Brasília-DF,
20/SET/2021

Favas contadas: congresso traz empresários do setor de vinhos a Brasília

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Liana Sabo Publicação:31/07/2015 06:09Atualização:30/07/2015 19:20

 (Jose Varella/CB/D.A Press)
Simples é bom
Ponto de encontro de chefs, pesquisadores, jornalistas e todo tipo de gente interessada em gastronomia, especialmente estudantes, além de empresários do setor vindos de todas as partes do Brasil, o 27º Congresso Nacional da Abrasel será realizado em 12 e 13 de agosto, no Iesb, tendo como tema A partir das ruas, simplifica Brasil. A ideia, segundo o presidente da entidade, Paulo Solmucci, é de que “são os estabelecimentos de portas permanentemente escancaradas para as calçadas e, portanto, para a cidade, que podem girar a chave de ignição, dando a partida rumo ao novo pacto institucional brasileiro”.

 

Para os organizadores, se um setor gere renda e empregos nada mais natural que seja também plataforma das mudanças, daí a discussão de aspectos importantes para os negócios do país, como empreendedorismo. Além de palestras, o evento vai oferecer aulas culinárias com grandes nomes da gastronomia local e nacional convocados pela revista Prazeres da mesa e degustação de vinhos na Vinum Brasilis, maior feira exclusiva da bebida brasileira fora do Rio Grande do Sul.

 

Comida e vinho

Pelo terceiro ano consecutivo, as instalações do Iesb serão palco do Mesa ao Vivo Brasília, aulas show de gastronomia com a participação de renomados chefs. Estão confirmados Agenor Maia (Olivae); Claude Capdeville (Toca do Chopp); Emerson Mantovani (Trio Gastronomia); David Lechtig (El Paso); Gil Guimarães (Baco); Leandro Nunes (Jambu); Lui Veronese (Cru Balcão Criativo); Juan Pratginestós (Montserrat, de Pirenópolis); Marcelo Petrarca (Bloco C); Marco Espinoza (Taypá); Renata Carvalho (Loca como Tu Madre); Simon Lau Cederholm (Aquavit); e outros.

 

Apesar de o setor vitivinícola brasileiro ter crescido 4,6% em vendas no primeiro semestre deste ano, a participação das empresas no Vinum Brasilis diminuiu em relação aos anos anteriores. Nesta oitava edição estão confirmadas 20 vinícolas, entre elas, Cave Geisse (RS) e Villa Francionip (SC), que retornam à feira, anunciou o coordenador Petrus Elesbão.

 

Outros destaques são as vinícolas Aracuri, Aurora, Casa Valduga, Domno, Don Bonifácio, Hermann, Lidio Carraro, Luiz Argenta, Maximo Boschi, Perini, Pizzato, Salton e outras. O evento conta com o patrocínio de Ambev, Ecolab, Sebrae, Souza Cruz e apoio de mídia do Correio Braziliense, cujo assinante terá desconto em todas as atividades. Veja a programação no site www.congressoabrasel.com.br.

 

Palestras

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (foto), será um dos destaques do congresso ao expor o projeto urbanístico da capital paulista como exemplo de qualidade de vida enquanto os empresários Gil Carvalhosa, Chico Ferreira e Paulo Bitelman revelarão os segredos de uma gestão de alto desempenho com baixo custo que caracteriza o Le Jazz, grife administrada por eles em três endereços de São Paulo.

 

Outro destaque da programação serão os chefs franceses Laurent Suaudeau e Claude Troisgros (veja matéria ao lado), que trocarão as caçarolas pelo estrado. Laurent contará sua experiência na cozinha do Brasil nos últimos 30 anos e as apostas para o futuro. De quebra, o fundador da Brazcarnes, holding que administra as marcas Vento Haragano, Morumbi Grill e Porcão, Lucas Zanchetta, aborda A guerra dos espetos — Perspectivas do mercado de churrascaria.

 

Seleção de craques

A cada vez que é anunciada a visita a algum evento do chef Claude Troisgros, a expectativa é muito grande. Há um frisson entre as fãs diante da chance de ver ao vivo o mais importante expoente do reality show gastronômico no Brasil. Tratado como artista de televisão, o cozinheiro francês que completou 35 anos de vivência no Rio de Janeiro estará na próxima sexta-feira na cidade durante uma aula show, na qual vai mostrar sua arte em dois pratos: carpaccio de vieiras com batata agridoce e nhoque de batata-roxa e bacalhau imperial com queijo da Canastra.

 

A apresentação se dará na área central do Brasília Shopping, às 19h30, numa cozinha especialmente montada diante de um espaço com 80 lugares. Senhas serão distribuídas a partir das 17h no balcão de informações. Quem não conseguir lugar na plateia poderá assistir ao show culinário por um telão.

 

 (Jhonny Mazzilli/Divulgação. Chef Claude Troisgros)
Três perguntas Claude Troisgros

Depois de um longo tempo, estão previstas duas visitas suas a Brasília. Isso é para compensar a ausência?

Foi um acaso, não sei. Talvez por falta de convite (risos). Na verdade, nunca tive um grande mercado em Brasília.

 

O que o brasiliense poderá apreender na sua aula com o uso de orgânicos?

Produtos orgânicos não são um modismo. Muita gente os usa há muito tempo. Vou tentar focar não só nos orgânicos, mas também nos produtos brasileiros que melhoraram bem nos últimos anos, graças ao trabalho e à eficiência do pequeno produtor rural.

 

O ano começou com o Goût de France em diversas capitais brasileiras e termina com o Sirha Rio, a mais sofisticada feira de comida e artes culinárias do mundo, que se realiza pela primeira vez no Brasil. A França corre atrás para recuperar a imagem de polo mundial da gastronomia que perdeu para outros países?

Acho que nos últimos anos a França perdeu um pouco como geradora de uma culinária, mas por culpa dela própria. O país começou a formar chefs oriundos do mundo inteiro, que evoluíram nas técnicas apreendidas. Isso é normal. Agora se busca uma volta quando os franceses querem mostrar que as suas bases estão muito presentes no mundo da gastronomia.

 

Marravilha!

Claude, que já foi uma presença assídua em Brasília, onde chegou até a comemorar o0o aniversário com amigos, em abril de 1996, estará de volta à capital seis dias depois para participar do congresso da Abrasel como palestrante. Criador do bordão Que marravilha!, o francês mais carioca da gastronomia, apaixonado por aventuras no mar e no ar, e saxofonista nas horas vagas, vai falar sobre o tema Os desafios da sucessão familiar.

 

Na palestra, prevista para as 14h de 13 de agosto, no Iesb, ele vai mostrar sua faceta de empresário e gerente de um grupo que engloba os restaurantes Olympe, CT Brasserie, CT Boucherie, CT Trattorie, Atelier Troisgros e CT Burger, do qual fazem parte os filhos Thomas e Carolina, que formam a quarta geração dos Troisgros, uma das dinastias gastronômicas mais importantes da França.

Pegada orgânica

A vinda de Claude antecipa a realização, no dia seguinte, do Mercadinho Brasília, evento que ocorre sempre no segundo sábado do mês na área externa do Brasília Shopping (rua que dá acesso às torres) e consiste numa feira de produtos orgânicos, sucos, vinhos e outros itens saudáveis, como cogumelos, pães integrais, azeites e antepastos. Há duas semanas, esteve lá a chef igualmente televisiva Bela Gil. E no dia 8, encerram a programação os chefs Mara Alcamim e Sebastián Parasole, que vai preparar moedas de chocolate branco com doce de leite, jatobá e jenipapo no mesmo local onde terá comparecido Claude no dia anterior. Defensor dos ingredientes nacionais, como batata-baroa, caju, quiabo, maracujá, jabuticaba, pimenta-dedo-de-moça, o chef francês reconhece que esses produtos “melhoraram muito nos últimos anos graças ao trabalho e à eficiência dos pequenos produtores”.

 

Iguaria rara

Em qualquer época do ano, a lagosta é uma iguaria rara. Na safra, porém, fica mais fácil servir o nobre crustáceo. É o que faz o Recanto do Camarão, agora funcionando só em Taguatinga, onde promove festival de lagostas por R$ 99, o prato para duas pessoas. No cardápio, há oito preparações disponíveis de segunda a quarta e aos sábados, no almoço e no jantar. Telefone: 3563-1083.

 

Último dia

Sucesso nas noites frias do Lago Sul, a Quarta do Vinho do Bierfass encerra-se em 5 de agosto com a degustação de quatro rótulos de tinto e um de espumante, o Pericó Brut Rosé, produzido nas terras altas de Santa Catarina. Há ainda um Sirah e um corte de Cabernet Sauvignon e Carmenère, do Chile; um Malbec Andeluna,da Argentina; e um alentejano com direito ao bufê de frios, queijos e antepastos por R$ 95. Outra sugestão da casa é um festival de filé que entra em cartaz no domingo por R$ 84,50, para duas pessoas. Telefone: 3364-4041.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK