Brasília-DF,
24/JUL/2019

Coluna Favas Contadas desvenda novidades na gastronomia do DF

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Liana Sabo Publicação:25/09/2015 07:30
Parlando e mangiando

“Ambiente agradável para uma boa conversa e convivência”. Foi isso que buscou o técnico em informática Luiz Cezar Ribeiro ao abrir, em abril de 2013, a Forneria Parole, no canteiro da quadra QI 9/10 do Lago Norte. Dois anos e meio depois, a casa conserva a proposta e mantém “as várias possibilidades de confraternizar”, como idealizou o fundador.
 
Para tanto, o mais necessário era ter uma boa cozinha. Isso foi obtido mediante a contratação do cearense Juvêncio Fernandes, de 35 anos, que cresceu em Brasília e acumula 20 anos de experiência no uso das caçarolas sem nunca ter feito qualquer curso.
 
Robalo ao molho de camarão é um dos destaques do menu da Forneria Parole ( Liana Sabo/CB/D.A Press)
Robalo ao molho de camarão é um dos destaques do menu da Forneria Parole
Autodidata, o chef interpreta pratos de influência italiana, como o ossobuco cozido lentamente com ervas, legumes e vinho tinto, servido com risoto no próprio molho (R$ 50). Ao lado de carnes e peixe — como o delicioso robalo grelhado que degustei com molho de camarão escoltado de risoto de alcaparras e raspas de gengibre (R$ 50) —, à noite a casa serve pizzas tradicionais e especiais. Destaque para o crostini, entradinha de torrada de pão pizza crocante ao molho pesto rústico, com pedaços de nozes, manjericão fresco e parmesão ralado (R$ 20 servem duas pessoas).

Cartas na manga

Elaboradas com massa caseira e fresca sem conservantes ou corantes, as lasanhas podem vir à bolonhesa, de berinjela ou de salmão com alho-poró, cujos preços variam de R$ 45 a R$ 48. Já as massas secas são de fabricação italiana com diversas opções de molho, como putanesca, pepperoni, quatro queijos e napolitano.
 
“Ao abrir o restaurante, parei de dar aulas e fui buscar formação na cozinha”, informa Luiz Ribeiro, que, depois de fazer cursos na Kaza Chique, está no segundo semestre de gastronomia do Iesb. É dele o menu da casa, que promove segunda-feira jantar com os melhores cortes da Beef Passion, primeira grife de carne certificada do Brasil, harmonizada com vinhos da Art Du Vin por R$ 180.
 
A degustação começa com carpaccio de angus australiano harmonizado com espumante brut rosé. Segue coxão mole de kobe beef preparado no char broiler e servido com o Malbec argentino Los Cardos. O terceiro prato é um picadinho com Sangiovese da Toscana e o último prato que virá com Cabernet Sauvigon do Chile será risoto de ragu de ossobuco. De sobremesa, sorvete de tiramisù com vinho do Porto.
 
Típico restaurante de vizinhança, onde todo mundo se conhece, a Parole tem outro trunfo: o garçom Carlos, modelo de simpatia. Não há gourmet que ele não conheça na cidade. Em seu currículo, consta desde o Kazebre 13 até o Tanoor, do Torre Palace, passando pelo Dom Francisco, da Academia de Tênis, onde ficou até o apagar das luzes. Funciona de terça a domingo, para almoço e jantar  no horário das 18h à 0h e também oferece delivery. Telefone: 3368-3337.

Bares com novidades

Para atrair mais público em tempos de crise, os bares da cidade dão asas à imaginação. Vale tudo: de criar pratos para comemorar aniversário a investir em promoções que variam de acordo com o dia da semana.

Chope oitentão
A choperia Pinguim completa este mês 80 anos. Para comemorar, nada melhor do que um brinde com chope e petiscos. Por isso a rede lança 15 petiscos no cardápio servido de segunda a sexta, das 17h às 20h.
Entre os itens, estão panelinhas com cebolinha e batatinha (R$ 15), moela de frango com vinagrete (R$ 15) e  parmegiana a palito recheada com presunto parma (R$ 32 — foto). A casa foi fundada em Ribeirão Preto (SP) e hoje tem cinco unidades no Brasil. Na capital federal, opera no ParkShopping. Telefone: 3042-1070.

Quase todo dia
Os combos diários são a aposta do Boteco (406 Sul). A cada dia, com exceção de sexta, a casa terá uma promoção. Sábado a cerveja Original sai a R$ 7,90. Já domingo, é dia de dose dupla de chope, assim como segunda. Às terças, na compra de um chope e de um caldo ou pão de alho, o cliente leva um petisco igual. Os bebedores de uísque vão gostar de ir ao Boteco às quartas, quando o Johnnie Walker Red custará R$ 99. Fechando o rol das promoções, está a que dá ao cliente a terceira caipifruta a cada dois drinques pedidos. Telefone: 3443-4344.

Superteste do vinho
Numa iniciativa da Associação Brasileira de Enologia (ABE), será realizada amanhã, em Bento Gonçalves (RS), a Avaliação Nacional de Vinhos, que este ano chega à 23ª edição. Viticultores, enólogos, vinicultores, sommeliers, enófilos e jornalistas de todo o país e do exterior irão apreciar a bebida naquele que é o maior evento do vinho brasileiro.
 
“A cada ano, as inscrições são preenchidas mais rapidamente”, comenta o presidente da ABE, enólogo Juliano Perin, que espera um público de 850 pessoas nas amplas instalações do parque de eventos da cidade gaúcha. Durante o mês de agosto, 120 enólogos avaliaram as amostras inscritas pelas vinícolas, entre as quais, foram selecionadas 30% das mais representativas em um grupo de 312 vinhos. O público vai poder degustar às cegas 16 amostras previamente selecionadas, comentadas por um dos convidados que compõem o painel de especialistas. O momento mais aguardado é o anúncio dos vinhos premiados em distintas categorias.

Dezoito anos em 18 dias
O que parece meta de um governo desenvolvimentista ganha outra visão pelas mãos da inventiva chef Mara Alcamim, do Universal Diner. As comemorações da maioridade do restaurante da 210 Sul começam em 12 de outubro e entram por novembro.
 
A festa começará com uma homenagem às crianças, já que a data é também o dia delas. No feriado, uma segunda-feira, o Universal abrirá as portas somente para almoço e o prato infantil será por conta da casa quando houver até duas crianças na mesa.
 
Outra novidade é que Mara apresentará, durante a festa, a receita que marcará a volta do estabelecimento à Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança. A chef faz mistério, mas adianta à coluna que buscou inspiração no lombo de bacalhau envolto em presunto de parma com purê trufado de mandioquinha, já servido com sucesso no menu.
 
Reforço gourmet
Este ano a Casa Cor ficou mais gostosa. O tradicional evento de decoração, que funcionará no antigo prédio do Instituto Nacional do Coração (QI 9 do Lago Sul), abrigará, a partir de terça-feira, espaços gastronômicos.
 
No primeiro, concebido por Marcela Passamani, Lui Veronese apresenta menu contemporâneo, com pratos como atum ao molho de gengibre e tagliatelle de pupunha (foto); e o black cod, peixe do Alasca cozido em missô com legumes no shoyu. No café urbano de Gilson Freire e Mariana Jardim, Narciza Leão traz uma seleção de pizza, enquanto Maria Amélia servirá seus quitutes doces e salgados. O evento vai até o dia 10 de novembro, de terça a domingo. Ingressos por R$ 44, a inteira.

Mais que um espresso
Mais novo empreendimento de Gilberto Costa Manso, o Belini Café The Coffee Experience (114 Sul) não aposta apenas na bebida à base do grão. O cardápio acaba de ganhar novas criações de Ayrton Castro.
 
Um deles é o Dog no croissant (R$ 21,90), croissant recheado com salsicha e muçarela. Coqueluche da cafeteria, a baguete de pão de queijo recebe dois novos recheios: salsicha, queijo artesanal e mostarda estão no Mineirinho (R$ 21,90); e alcatra, alface, tomate e maionese completam o Nosso queridinho (R$ 35,90). Telefone: 3345-3000

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK