Brasília-DF,
22/SET/2021

Capital federal recebe unidades da grife Abbraccio Cucina Italiana

Proposta intermediária entre a cantina e restaurante de alta gastronomia chega ao DF trazendo o melhor da culinária italiana

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Liana Sabo Publicação:01/04/2016 07:00Atualização:31/03/2016 15:53

 (Antonio Carlos Carreiro/Divulgação)
 

 

No auge de sua temperatura máxima, provocada pela crise político-econômica, Brasília recebe um saboroso aporte de R$ 11 milhões empregados na abertura de duas unidades da grife Abbraccio Cucina Italiana, “irmã” do Outback Steakhouse. Trata-se de uma proposta intermediária entre a cantina e o restaurante de alta gastronomia, na qual o carro-chefe são as massas.


A primeira loja abre as portas para o público, terça-feira, no Shopping Iguatemi, no mesmo espaço que pertenceu ao Galeto’s, outra marca vinda de São Paulo, mas que aqui durou apenas três anos. A segunda deverá funcionar no ParkShopping com uma diferença de 45 dias. “Esperamos abri-la em junho”, revelou à coluna Ricardo Carvalheira, 46 anos, CEO da empresa no Brasil.

Plano agressivo

 (Abbraccio/Divulgação)

Ele garantiu que o grupo Bloomin’ Brands (dono das marcas) acredita no “enorme potencial” do país, daí ter iniciado a expansão da Abbraccio, que conta com três lojas em São Paulo e uma em Campinas, todas instaladas em shoppings. Brasília é a primeira cidade a receber o restaurante fora de São Paulo.

Para se ter ideia da importância do mercado brasileiro para o investidor americano, que ainda tem outras operações em gastronomia, “a meta é a abertura de 50 lojas em cinco anos, num plano bastante agressivo de expansão regional”, reconhece Carvalheira, que antes de se tornar presidente, trabalhou no Outback. Ele é formado em administração e gastronomia.

Cortesia no pão
Para o executivo, uma das características é a hospitalidade, daí receber o cliente com um pãozinho como cortesia. Servida quentinha, a ciabatta é crocante por fora e macia por dentro. Trazido pelos amici, como são chamados os atendentes, o pão vem com azeite extravirgem aromatizado com oito ervas e temperos especiais.


O cardápio apresenta duas fortes vertentes: massas, brusquetas, pizza estilo romana e carnes grelhadas. Na primeira opção, há até um ravióli de lagosta (foto acima), entre outros destaques, como fettuccine ao molho Alfredo com tiras de frango grelhado ou camarões salteados, cogumelos, ervilhas e pecorino. O de frango sai por R$ 48 e o de camarão por R$ 58.


Há também sugestões de peixes, de vieiras e de mexilhões. Alguns queijos usados nas receitas são importados, enquanto os hortifrutigranjeiros vêm de fornecedores brasilienses. Comanda a loja o sócio Jefferson Nunes de Albuquerque. Funciona de segunda a quinta-feira, de meio-dia às 15h e das 17h30 às 23h; sexta e sábado, do meio-dia à meia-noite. Domingo, de meio-dia às 22h30. Telefone: 3577-5000.

 

DUAS PERGUNTAS
RICARDO CARVALHEIRA


O fato de a economia brasileira andar devagar, quase parando, não influi nos planos de expansão da marca?

O Brasil é um país de muita relevância para a Bloomin’ Brands e bastante atrativo para o Abbraccio Cucina Italiana. Nosso plano de expansão considera um período de longo prazo e a escolha do Brasil para iniciar a expansão da marca foi exatamente porque acreditamos no potencial do país. Além disso, temos vivido um amadurecimento do conceito do casual dining, e o Abbraccio chega como uma opção com uma proposta diferenciada neste segmento: uma experiência sensorial e um menu moderno, com clássicos tradicionais para uma cozinha italiana vibrante.

Como foi a tradução do nome da rede de culinária italiana nos Estados Unidos chamada Carraba’s para Abbraccio no Brasil?

Carrabba’s é o nome de uma família italiana e seus tradicionais pratos são muito respeitados nos Estados Unidos, nos seus mais de 280 restaurantes. No entanto, para alçar voos de uma forma global, precisávamos de uma marca que remetesse à Itália, independentemente do país onde estivesse. Para isso, mergulhamos em pesquisas e, durante oito meses, conversamos com consumidores para saber qual era a melhor opção para a expansão mundial. Foram investidos cerca de R$ 1 milhão em estudos para chegar ao novo conceito: Abbraccio. Ao pensar em um nome, gostaríamos que fosse algo que reforçasse exatamente o que apresentaremos dentro dos restaurantes: alegria, hospitalidade italiana, paixão em servir, generosidade, entusiasmo pela vida, autenticidade, honestidade e calor humano.

Comida com lazer

 (Toms Faquini/Divulgação)

O complexo Brasil 21 se antecipa às comemorações do 56º aniversário da cidade com um lançamento inédito em seu espaço: uma multifeira que envolve gastronomia, com foco em produtos orgânicos, queijo e cerveja; música, fotografia e até bem-estar, como massagem, pilates e caminhada funcional. Batizado de Vila Brasil 21, o evento será realizado nos dias 9 e 10, entre as torres comerciais.

Está previsto um cardápio diferenciado elaborado por chefs renomados e a preços módicos, além de atividades para crianças, de modo que toda a família venha a participar. “O que queremos é que o público brasiliense se aproprie do Brasil 21 nos fins de semana e que, por nossa proximidade com a Torre de TV e com o Parque da Cidade, passemos a integrar este circuito de lazer”, afirma Fabiano Cunha Campos, diretor administrativo do grupo.

Sugestões
Entre os chefs que confirmaram presença estão Alexon Michel Hipólito, da Adega Baco, com arroz de bacalhau (R$ 25); Leonardo Hamu, que servirá linguiça artesanal produzida por ele (R$ 15) e carne suína na lata (R$ 15); e Renata Mandelli, que além de suas famosas geleias, fará um penne na manteiga de limão-siciliano com creme e bits de calabresa por R$ 25.

A programação está a cargo dos chefs Myriam Carvalho, do Brasil 21 e do Ville Della Penna; do Piccolo Emporium, que organizam três workshops: harmonização da Baden Witbier, pimentas produzidas por Priscila Bizzi, da Cornucópia; e vinhos brasileiros por Felipe Barbedo. Confira a programação completa no site www.brasil21gastronomia.com.br.

Leva pra casa

 (Fotos: Daniel Zukko/Divulgação)

O divertido desenho de uma vaca com uma garrafa de vinho numa pata e, na outra, um cálice derramando o líquido sobre a cabeça, ilustra na cerâmica o Prato da Boa Lembrança, que a chef Mara Alcamim elaborou para o Universal Diner, no seleto clube de gourmets e colecionadores. Consta de filé-mignon ao molho de vinho e fondue de gruyère acompanhado de risoto de castanhas. Sai por R$ 120 e a louça vai junto. Telefone: 3443-2089.

Champanhe para todos

Depois de São Paulo, Brasília é a cidade onde mais se consome espumante no Brasil. Para tal desempenho têm contribuído muito as importadoras interessadas em agitar o mercado com eventos, como o Borbulhas pelo mundo, a cargo da Decanter, que convoca amantes da bebida a comparecerem amanhã no Hotel Quality (SMAS Tr. 3, s/n — Guará), no horário das 20h às 23h. Sai por R$ 145, com direito à degustação de grandes marcas, além de bufê, valet park e uma taça de cristal. Mais informações pelo telefone 3349-1943.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK