Brasília-DF,
16/SET/2021

Coluna Favas Contadas revela preferências gastronômicas de Dilma e Temer

Presidente aposta no bacalhau light e o vice, em massa artesanal

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Liana Sabo Publicação:22/04/2016 07:33Atualização:21/04/2016 17:29

O sabor uniu os hoje adversários Dilma, com bacalhau light e brócolis... (Zuleika de Souza/CB/D.A Press)
O sabor uniu os hoje adversários Dilma, com bacalhau light e brócolis...
 

Apesar de todo o antagonismo que marca a dupla Dilma Rousseff e Michel Temer, outrora vencedora na mesma chapa, tem o mesmo apreço pela gastronomia, o que se pode chamar de bico fino. Ainda que submetida à dureza de poucas calorias, rigorosamente pesadas, a presidente da República se sacia de bons sabores.


Responsável pela execução da dieta presidencial, a chef Andrea Munhoz tem vivido uma maratona na cozinha palaciana. Como no último domingo, no qual desenvolveu dois cardápios: o do método Ravenna para Dilma e o menu gourmet (ela também assina os mais saborosos pratos do Lake’s, restaurante de propriedade de seu pai, Zeli Ribeiro) para dezenas de convidados. Lá, o trabalho acabou às 2h de segunda-feira.


O prato do Temer

%u2026 E Temer, admirador do capelli d´angelo (Carlos Moura/CB/D.A Press)
%u2026 E Temer, admirador do capelli d´angelo


Também os restaurantes da cidade tiveram movimento inusitado no último fim de semana, por conta da votação da abertura do processo de afastamento da presidente da República, que serviu para dar novo alento ao segmento assolado por uma crise. Tradicional reduto de políticos, tanto da esquerda como da direita, a Trattoria Da Rosario inaugurou recentemente um serviço de catering, a finalidade é atender em casa as suas excelências que não querem ser vistas em público e preferem a intimidade para conversar.

Foi o caso do vice-presidente Michel Temer, alvo de homenagens de parlamentares e empresários. Um deles contratou o chef Rosario Tessier para fazer a comida do jantar realizado há poucos dias.
Fiel à máxima de que “um chef pode esquecer tudo, menos o prato que mais agrada ao cliente”, o cozinheiro napolitano não teve dúvida e preparou para Temer capelli d´angelo (cabelo de anjo), uma massa longa e fina servida com molho de tomate fresco e camarões.

Depois de degustar a iguaria, o vice mandou chamar o chef para lhe agradecer por ter lembrado o prato que mais apreciava no Partenopea, cerca de 20 anos atrás, quando Temer era presidente da Câmara dos Deputados. A cozinha do restaurante que existiu na 402 Sul era comandada por Rosario.


Cinco estrelas
No ano de seu 56º aniversário, Brasília vai ganhar no segundo semestre o hotel mais bonito da cidade — um presente do casal pioneiro Betty e Luiz Carlos Bettiol. Quase pronto no Setor Hoteleiro Norte, o novo cinco estrelas atenderá principalmente a executivos, com 306 apartamentos e capacidade para cerca de 800 hóspedes num projeto do festejado arquiteto paulista Isay Weinfeld. A inspiração veio das linhas da capital federal ao usar pilotis. Hábil desenhista de edifícios, Isay atua ainda na área de design de móveis e cenografia. É responsável por obras premiadas como Hotel Fasano e a Livraria da Vila, em São Paulo.
Equipada com os mais modernos utensílios de última geração para atender toda a operação 24 horas do hotel, a cozinha acaba de ficar pronta, revelou a diretora Ana Paula Ernesto, integrante da Brasília Empreendimentos, responsável pelo negócio. Com isso, começam os testes para elaboração do cardápio a cargo do chef executivo Ramiro Bertassin, que desde 2013 comandava a cozinha do Marriot do Rio de Janeiro.
Dono de um currículo que inclui passagens por outros hotéis, como Renaissance e Sofitel, como auxiliar de Fabrice Lenud, Bertassin é especializado em pâtisserie, tendo estagiado na França. Em 2008, participou do World Cup of Gelato, maior concurso de sorvete do mundo. Aqui, o chef conheceu alguns ingredientes do cerrado.
Legenda:


Waffle no cinema
O Pontão será sede de evento com opções de filmes e gastronomia (Jefferson Eduardo/Divulgação)
O Pontão será sede de evento com opções de filmes e gastronomia

Espécie de panqueca feita com massa leve originalmente numa fôrma móvel de ferro que ia direto ao fogo para cozinhar de ambos os lados, o waffle tem origem bastante antiga. Surgiu no século 3 a.C., na Grécia e, no Brasil, chegou pelas mãos dos imigrantes alemães (toda moça levava no enxoval um aparato para fazer waffle, cuja pronúncia é váfel). Da Europa, onde a iguaria se tornou popular depois que artesãos franceses dotaram as placas de baixos relevos, o waffle chegou aos Estados Unidos.

Aqui, uma empresa aberta no ano passado vai prepará-los em opções doces e salgadas (R$ 10 cada uma), em food truck, como uma das atrações do Vivo Open Air, evento que volta ao Pontão do Lago Sul, por 15 dias, de 4 a 22 de maio, de quarta a domingo. Outro food truck, o Ándale Tacos, vai oferecer o quitute mexicano com carne de porco; de angus marinada em temperos e de frango, além de quesadillas nos mesmos sabores dos tacos por R$ 10 cada, chilli ou guacamole com nachos (R$ 16).


Hambúrguer e risoto
A exemplo do ano passado, estará de volta ao evento o restaurante Respeitável Burger com três criações: cheddar com bacon caramelizado, cebola-roxa, alface, tomate e maionese (R$ 25); frango, muçarela de búfala ao molho de tomate seco e salada de rúcula (R$ 23) e o vegetariano, de berinjela e aboborinha, muçarela de búfala, cebola crocante, alface, tomate e molho ceasar cremoso (R$ 21). Além do hambúrguer, haverá sanduíches no pão sírio chamado shawarma e tentadores milk-shakes de Ferrero Rocher (R$ 24), de Diamante Negro (R$ 18) e de Ovomaltine (R$ 18).

Completa o leque de ofertas gastronômicas o Risotti D´Oro, uma grife que está há mais de 10 anos no Brasília Shopping. As sócias Deborah Bastos e Andrea Marinho levarão para o evento os carros-chefes do restaurante, como os risotos de carne seca com abóbora; com camarão; com banana da terra e calabresa (R$ 22, cada), além do arroz negro. Mais informações no site www.vivo.com.br/openair.


Dudu emplaca mais uma

Os amantes da cozinha do chef Dudu Camargo (foto) terão a partir de terça-feira mais uma opção para degustar saboroso menu no Deck do Dudu, que fica do lado oposto ao Dudu Bar Lago, na QI 11do Lago Sul, onde funcionou o Alquimia. A proprietária Manuela Yahya decidiu convidar “o vizinho” para comandar a operação da nova casa.

No cardápio, de segunda a sexta, há no almoço pratos no estilo caseiro, como coxa e sobrecoxa de frango assadas com alecrim, arroz, feijão e farofa de abobrinha e bife à rolê ao molho rústico, acompanhado de espinafre ao alho; ou, na linha saudável, como tilápia grelhada com limão-siciliano e purê misto; e espaguete ao molho de tomate, muçarela de búfala e manjericão. Os preços variam de R$ 22,90 a R$ 39,90.

Sempre aos domingos
A casa, que abre as portas desde cedo para o café da manhã com sucos, achocolatados, tapiocas, sanduíches quentes e omeletes, quer ser também um point na happy hour. Para tanto, oferece cardápio de drinques e aperitivos com pratos montados com peixe e carne. No fim de semana, a atração será a feijoada aos sábados e a paella no domingo, sendo que uma vez por mês, haverá brunch completo.

Três ambientes distintos compõem o espaço projetado pelas arquitetas Cristiane Hoff e Aline Cruz para 82 pessoas: gazebo com mesas, pufes e sofás, além do bar; lounge externo, colorido e descontraído no estilo Dudu Bar e um terceiro com móveis de design e ombrelones. Nas picapes, a mesma playlist do DJ da casa.


Rebanho orgânico
Uma parceria entre a empresa Korin e a ONG WWF-Brasil traz ao mercado da cidade a linha orgânica de carne bovina. São 19 cortes, como picanha, filé, alcatra e costela congelados a vácuo. A carne é embalada na fazenda da marca em Ipeúna, interior de São Paulo. O gado tem criação concentrada na região do Pantanal e segue normas de sustentabilidade entre os pequenos e médios criadores que começa na alimentação verde sem agrotóxicos. Os produtos estão disponíveis na loja oficial da empresa paulista e, até o fim do mês, estão previstos para chegar a supermercados e restaurantes. A loja da Korin, grife de frangos orgânicos, fica na 714/715 Norte. Telefone: 3347-7725.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK