Brasília-DF,
26/JUN/2019

Dia das mães »

Programação te leva à restaurantes no DF com cardápios especiais

Chegado o momento de comemorar com elas, a programação de muitas famílias inclui passeios gastronômicos para os mais diversos gostos

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Renata Rios Sara Campos - Especial para o Correio Publicação:06/05/2016 07:00Atualização:05/05/2016 12:12

 

 

Cercado de expectativas no comércio, o Dia das Mães, no domingo, também é um ótimo momento para os restaurantes, que costumam ficar cheios de famílias. Entre as alternativas que a cidade apresenta, o Divirta-se Mais buscou, em ingredientes comuns, preparos diferentes para agradar aos mais diversos paladares.


A mamãe que gosta de carne, por exemplo, pode escolher um corte e se deliciar. No Pobre Juan, a aposta é atender todos os gostos. O preparo que o gestor da casa, Rodrigo Figueredo, sugere é a gran tabla. “Esse prato pega bem o espírito família da data. Enquanto durante a semana os preparos individuais são o forte da casa, no fim de semana as tablas são um sucesso para as famílias”, afirma Figueredo.


Na mesma linha de pratos grandes para dividir, o Fortunello aposta em massas para agradar aos clientes na data. “Temos alguns pratos tamanho família aqui. Fazemos receitas simples, mas com cara de comida de mãe”. A casa ainda dará desconto de 20% nos drinques durante todo o domingo.
Já para a mãe que gosta de uma cozinha regional, outro local que também aposta em pratos para a família é o Severina. No local, o preparo é servido da forma tradicional e vem em tamanho generoso, para ser dividido. Em outra frente, Rosario Tessier oferece um prato individual feito especialmente para a ocasião. O raviolli della mamma é a versão criada para a data especial.


Delícias indianas

 (Jhonatan Vieira/Esp. CB/D.A Press)

Após viver 10 anos na Índia, a gaúcha Nina Carniel decidiu, ao lado do marido indiano, Arjun Khajuria, abrir um restaurante que promovesse os sabores do país. Vegetarianas, a dupla não enxergava opções satisfatórias para jantar na cidade. “A oferta era muito limitada. A maioria dos restaurantes naturais não funcionava à noite ou servia apenas caldos. Queríamos opções mais elaboradas que matassem nossa saudade dos temperos indianos”, afirma Carniel.


A vontade impulsionou a abertura do Ashram, casa vegetariana com opções veganas e cozinha comandada pelos indianos Ranjeet Sing e Ankit Rawat. Para o dia das mães, o local preparou uma cortesia aos que consumirem pratos principais. De entrada, eles servirão a tradicional samosa, pastel recheado de batatas, ervilhas e especiarias acompanhado de salada de pepino e molhos de tomate e tamarindo.


Os clientes também poderão optar por dois chás frios ou quentes, como o masala chai, que leva especiarias e leite na composição. Entre os pratos principais que integram o menu está o thali tradicional feito com tikka (queijo artesanal grelhado com especiais), salada, arroz integral, pão indiano e chips de trigo (R$ 35) que acompanha uma sobremesa. Uma das mais pedidas, a gulab jamun, é feita com esferas à base de leite servidas em calda de rosas. As mães veganas podem optar pela vegan paisam, sagu com suco de laranja e leite de coco.

Soja em foco

Comandado pela sul-africana Natasha Franco, o restaurante oferece neste domingo o bufê (R$ 63,90, o quilo) com carnes brancas e receitas que variam entre preparos vegetarianos e veganos. O suflê de bacalhau, receita da avó da proprietária, é uma das estrelas entre as 20 opções de pratos quentes ao lado da moqueca de pescada amarela, do vatapá vegano e da torta de tofu com alho-poró. A casa também tem um cardápio de sucos naturais como o de clorofila, preparado com limão, espinafre e hortelã, (R$ 5,90, 350 ml).

Bufê leve

O restaurante sob direção pela chef Michele Mello oferece carnes brancas e pratos vegetarianos que incluem variações de proteína de soja como almôndegas, hambúrguer e o ingrediente à Gomes de Sá. Todas as folhagens disponíveis expostas entre as 14 opções de salada são orgânicas. A torta de banana integral figura entre as sobremesas mais consumidas.


Mamma mia!

 (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)

Rosario tessier é um dos principais nomes da gastronomia da cidade e uma das ótimas opções para um bom almoço de Dia das Mães. Pensando na data, o chef criou o raviolli della mamma (R$ 89). Um ravioli recheado com pargo, abobrinha e granapadano. Já para o molho, a receita leva abobrinha verde pequena, molho de tomates frescos, ervas finas, queijo meia-cura, camarões e azeite de oliva extravirgem. “O sabor desse prato é uma mistura entre esses ingredientes. É um preparo leve e com ingredientes saudáveis”, afirma o chef.
Outra pedida é o faisão desossado recheado com pancheta italiana, baerinjela e granapadano, acompanhado de risoto de granapadano (R$ 89). “O faisão é assado no forno e finalizado com molho de vinho de colheita tardia”, detalha.

Fartura à mesa


Os pratos tamanho família do Fortunello são uma alternativa acessível e com o gostinho de comida de mãe. Miguel Ojeda, chef na casa, sugere que os clientes experimentem o fettuccine com almôndegas da casa (R$ 120), que é feito para servir três pessoas. Ele destaca que a opção não pesa no bolso. “Por serem pratos maiores, diminui nosso custo, o que é repassado no valor final para o cliente”, explica. Para quem se interessou, a casa trabalha também com parmegiana com fetuccinne (R$ 150) e com o risoto de carne (R$ 70).

Opção equilibrada

O chef Luigi Penegiamo sugere, para quem for, a Trattoria 101, a picada de vitelo com massa ao molho pesto (R$ 73, individual, R$ 136,50, para duas pessoas). “Nesse prato, a carne vem sem molho para não misturar com o da massa”, explica o chef e proprietário da casa. Segundo ele, a carne nesse preparo é mais leve, enquanto a massa é bem mais consistente. Para a receita, ele usa a radiatore, uma massa em forma de cocha. O chef sugere, para a entrada, carpaccio, feito na casa de duas maneiras: o tradicional (R$ 36,50), ou o da casa, finalizado com fungui porcini (R$ 46,50).

Em família

 (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)

O pobre juan aposta em alternativas para toda a família neste Dia das Mães. O local recentemente lançou as gran tablas (R$ 69,40, por pessoa), feitas com diversos tipos de carne e servidas já com os acompanhamentos, arroz biro-biro, farofa de ovos e batata suflê. São 400g de carnes variadas, sendo um corte nobre bovino — que varia de acordo com a quantidade de pessoas —, galeto, costelinha suína, linguiça e legumes braseados. “Esse prato tem um bom custo-benefício, além de ser ótimo para famílias”, afirma o gestor da casa, Rodrigo Figueredo.


Outra pedida que o especialista recomenda é o Corte Pobre Juan (R$89,40, com 270g, R$ 104,90, com 370g). Essa é a parte externa do ancho. É uma peça com muito marmoreio, o que deixa a carne macia e saborosa, com um toque amanteigado”, descreve. Vale aproveitar também a promoção da casa para a data. Quem fizer reserva antecipada no local ganha uma taça de churros com doce de leite.

Muito bem servido

 (Breno Fortes/CB/D.A Press)

Uma bela picanha de 1kg é uma alternativa generosa para o Dia das Mães. Essa é a proposta do BSB Grill, que aposta no preparo para servir famílias de até quatro pessoas. Além da picanha, o cliente tem direito a três acompanhamentos (R$ 239), que podem ser escolhidos entre as diversas opções do cardápio — arroz biro-biro, farofa de ovos, brócolis grelhado com alho, feijão tropeiro, batatas fritas com queijo ou batata suflê.


Para quem preferir, no mesmo formato, em um tamanho um pouco menor, o bife de chorizo (R$ 149) pode ser uma alternativa. O prato vem com 700g de carne e dá direito a três acompanhamentos. “Mantemos um padrão que garante que todas as nossas carnes sejam macias. O chorizo tem um sabor diferenciado, próprio do corte”, afirma o coordenador administrativo, Renan de Almeida. Já na entrada, o cliente pode se deliciar com as esfirras folheadas tradicionais da casa (R$ 8,40).

Macio e sem gordura

No Chicago Prime, o forte são as carnes servidas com uma grande variedade no local. Entre as alternativas do menu, a proprietária, Ana Carolina Chaer, sugere o bombom de alcatra angus black
(R$ 59,90). “Esse é um corte muito macio, apesar de ter pouca gordura. É um preparo mais saudável”, explica Ana Paula. Segundo ela, para o Dia das Mães, a casa trabalhará ainda com um mimo para as mamães. “Cada mesa com uma mãe ganha um petit gateau de chocolate com sorvete de creme”, afirma.

Mistura elaborada

 (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)

Uma caldeirada de frutos do mar tem um lugar especial para quem é fã da opção. Entre os pratos do menu do La Tambouille, essa é uma das alternativas que ganha a atenção dos comensais. O preparo é feito com camarões, lula, polvo e robalo, e acompanhado por talharim (R$ 140, individual, ou R$ 275, para até três pessoas). “Esse é um prato bem elaborado, fazemos os ingredientes cozidos em uma única panela”, afirma o gerente da casa, Reges Vieira.


Ainda aproveitando o feriado, o gerente também sugere o menu especial para a data. Todos os pratos, com entrada e sobremesa, saem por R$ 91. As opções de entrada são a berinjela gratinada ou o carpacio. Já para o prato principal, camarão ao molho de champanhe e caviar; medalhão em bacon com arroz piemontese; bife de chorizo com batatas gratin; ou ainda badejo grelhado em crosta de ervas com fettuccine na manteiga. A sobremesa conta com o mousse de chocolate e o tiramisu da casa.

Especialidade da casa

O Nau é uma das casas da capital especializada em frutos do mar. Com essa pegada, o local é uma ótima alternativa para levar a mãe neste fim de semana. Entre os preparos servidos, Rodrigo Ferreira, gerente da casa, sugere um que, além de saboroso, serve bem uma família com três pessoas. O Fortuna do mar (R$ 125) são camarões refogados na manteiga, aromatizados com tomate seco, palmito, azeitonas verdes e roxas e acompanhado por arroz cremoso de tomate seco e batata palha. “Esse prato tem um sabor bem suave e, apesar do tomate seco, ele não fica adocicado”, afirma o gerente.

Leves e saborosos

Com uma proposta de comidas leves, o Limonada Salad & Fish aposta nos frutos do mar como boas alternativas. O local oferece, entre outros preparos, o mix do mar (R$ 24,90), uma entrada com mexilhão, lula, camarão e salmão gratinados com ervas, azeite, sal, limão, pimentões vermelhos, cebolas e alho. “Esse é um preparo com um sabor bastante evidente”, comenta o gerente, Guilherme Henrique Campos.
Outra pedida da casa é a salada Noronha (R$ 24,90). Trata-se de um mix de folhas com parmesão, castanha de caju, maçã, tomate e molho limonada. “O camarão, por estar na salada, fica mais suave. Além disso, ele dá textura ao prato”, afirma o gerente. Para quem se interessar, o local trabalha ainda com bufê de almoço com alternativas leves, das 12h às 15h, de segunda a sexta, por R$ 49,90, sábado e domingo, R$ 54,90.

Tradição feminina

 (Jhonatan Vieira/Esp. CB/D.A Press)

antigo feijão verde, o restaurante Severina recebeu o nome feminino após ficar sob a responsabilidade de Irany Machado e da filha, Patrícia Linhares. “Queríamos um nome em homenagem à mulher nordestina, que tem perfil batalhador assim como as mulheres da minha família”, ressalta Patrícia.
Com a mudança de gerência, a decoração recebeu atenção especial e pratos de diferentes regiões do Nordeste foram incluídos no menu fixo, como o escondidinho (R$34,90), o arrumadinho (R$ 34,90) e a cartola (R$16,90) — que nessa versão ganha o nome da casa e chega à mesa em panela de ferro com banana caramelizada e queijo-manteiga.
Mesmo com a variedade de pratos, o carro-chefe do ponto continua sendo a carne de sol completa (R$ 97,50, para três pessoas), cujo processo de salga tem duração de 72 horas . “A carne é selada na própria brasa”, destaca a proprietária.

Galeto, tchê!
Dido Massini comanda a galeteria Serra Gaúcha, dedicada a um dos pratos mais populares do Rio Grande do Sul. O galeto preparado na brasa com ervas é servido no formato rodízio (R$ 39,90 por pessoa) e chega à mesa turbinado por seis acompanhamentos: arroz, farofa, polenta frita, talharim à bolonhesa com massa fabricada na casa, saladas de batata com maionese e verde: formada por radicci, alface, tomate e cebola.

Fartura mineira
A charmosa unidade do bufê (R$ 70,90, o quilo) de inclinação mineira, o Don Durica, no clube Assefe com vista para o Lago Paranoá é comandada por ngela Matias. A casa serve 50 opções de pratos quentes da tradicional cozinha do estado. Entre as opções servidas em panelas de barro, estão o frango caipira e o lombinho frito. Para a sobremesa, as mães podem provar as receitas da doçaria mineira de influência portuguesa: caso das compotas de figo.

ACapricho francês
 (Jhonatan Vieira/Esp. CB/D.A Press)

Uma torta criada por um participante do reality show de confeitaria francês, o Qui Sera Le Prochain Grand Patissier, inspirou a sobremesa que será servida neste domingo em homenagem ao Dia das Mães no café e confeitaria Daniel Briand. Apelidado de la belle maman, o doce é composto por praliné de nozes, compota e pedaços de pêra cozida, mousse e chantilly de chocolate amargo. “As duas texturas diferentes aliadas a outros ingredientes evitam o sabor marcante do amargo”, explica o chef Daniel Briand. A criação será vendida em dois formatos: arredondado e de coração, ambos finalizados com aplicações de folhas de ouro (R$ 78, o quilo) ou servida em fatias (R$ 12).


Outros clássicos que destacam a vitrine dedicada aos doces também estarão entre as opções da confeitaria francesa. Caso do framboisine, pão de ló recheado de mousse de maracujá e framboesa fresca (R$ 11, a fatia).

Muito chocolate!

Mr Brownie, casa dedicada ao doce de origem americana, apresenta variações de sobremesa em que o brownie figura como estrela. Um dos campeões de venda, o volcano leva o doce no sabor chocolate com bola de sorvete de creme e calda quente de chocolate meio amargo (R$ 18). As mães chocólatras também podem optar pelo brownie de colher, com massa de chocolate intercalada com doce de leite (R$ 16).

Doce vida


A confeitaria Maria Amélia apostou na criação de um sabor de torta: a dois corações, feita com mousse de chocolate branco e preto com cobertura de beijinho e brigadeiro (R$ 100 para 15 pessoas). O endereço também oferece uma grande variedade de bombons, entre eles o recheado de morango (R$ 2,50, a unidade) e sucrilhos (R$ 2,20, a unidade).


ONDE COMER


Ashram

(103 Norte bl. A lj. 52 ; 3541-5670), aberto segunda, das 11h30 às 15h30 e de terça a domingo, das 11h30 às 22h30.

 

BSB Grill
(413 Sul, Bl D, lj 36; 3346-0036) e (304 Norte, Bl B, lj 19; 3326-0976), aberto de terça a sábado, das 12h à 0h; e domingo, das 12h às 17h.


Chicago Prime Casa de Carnes

(114 Sul, Bloco B, Lojas 10 e 11;
telefone 3346-4819), aberto de segunda a sábado, das 8h às 23h; e domingo,
das 8h às 17h.

 

Club Nature
(Setor de Clubes Sul, ao lado do Pier 21; 3224-9425) aberto de segunda a sexta, das 11h30 às 15h; sábado e domingo,
das 12h às 15h30.

 

Daniel Briand
(104 Norte bl. A lj.62; 3326-1135), aberto de terça a sexta, das 9h às 22h; sábado e domingo, das 8h às 22h.

 

Don’ Durica
(Setor de Clubes Esportivos Sul tr. 1 lt.7 Clube Assefe; 3443-5296), aberto de terça a domingo, das 11h30 às 15h. (201

 Norte bl.A lj. 14; 3326-1045) e (409 Sul bl.D lj. 36; 3242-0175), aberto diariamente, das 11h30 às 15h.

 

Galeteria Serra Gaúcha
(QS 3 lt. 19 lj. 1 Pistão Sul Taguatinga; 3352-5353), aberto de segunda a terça, das 11h30 às 15h; quarta a sexta, das 11h30 às 15h e das 19h às 23h; sábado, das 11h30 às 16h e das 19h às 23h e domingo,
das 11h30 às 16h.

 

La Tambouille
(Park Shopping, Espaço Gourmet;
3047-5925), aberto de segunda a sábado, das 12h às 23h; e domingo, das 12h às 21h.

 

Limonada Salad & Fish
(Av. Araucárias, Lt 1325, Lj 6; 3382-0083), todos os dias, das 12h às 0h.

 

Maria Amélia
(Condomínio Solar de Brasília qd. 3 área especial 3 lt. 3 Jardim Botânico Lago Sul; 3546-8900), aberto de segunda a sexta, das 8h às 20h; sábado e domingo, das 8h às 20h. (308 Sul bl. D lj. 34; 3242-0810), aberto d segunda a sexta, das 10h às 20h; sábado, das 9h às 20h e domingo, das 9h às 17h. (Avenida das Castanheiras Rua 13 Norte Vitrinni Shopping; 3082-8782), aberto de segunda a sábado, das 9h às 20h e domigo, das 11h às 17h (Lago Sul QI 9/11 bl. A lj. 5; 3554-7753), aberto de segunda a sexta, das 9h às 20h e sábado, das 10h às 18h.

 

Mr Brownie
(103 Sul bl. B lj. 40; 3347-0208), aberto de terça a sábado, das 10h às 20h; domingo, das 10h às 21h.

Nau

(SCES trecho 2, lt 2 ao 26,
3252-0155), aberto segunda, das 12h Às 15h30, e das 18h30 às 22; de terça a quinta, das 12h às 15h30, e das 18h30 às 23h; sexta, das 12h às 15h30, e das 18h30 à 0h; sábado, das 12h à 0h; e domingo, das 12h às 21h.

Pobre Juan
(Shopping Iguatemi, Piso Térreo, loja 20; telefone 3577-5800), aberto de segunda a quinta, das 12h às 15h, e das19h às 23h; sexta, das 12h às 16h, e das 19h à 0h; sábado, das 12h à 0h; e domingo,
das 12h às 22h.


Severina
(201 Sul bl. B lj.25; 3224-6362), aberto
de segunda a sexta, das 11h30 às 16h e domingo, das 11h30 às 17h.

Trattoria 101
(CLSW 101, Bl. C, Lj. 38; 3344-8866), de segunda a sábado, das 12h às 15h , e das 19h às 23h30; domingo, das 12h às 16h.

Trattoria da Rosario

(SHIS QI 17, lojas 215/216, Edifício Fashion Park, Lago Sul; telefone 3248-1672), aberto de segunda a quinta, das 12h às 15h; e das 19h30 à 0h; sábado, das 12h às 16h; e das 19h30 à 0h; e domingo, das 12h às 17h.

A Tribo
(105 Norte bl.B lj. 52; 3039-6430), aberto de terça a sexta, de 11h30 às 15h e sabádo e domingo, das 12h às 15h30.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK