Brasília-DF,
16/DEZ/2017

CORREIO INDICA: veja algumas sugestões de alimentos saudáveis no DF

O consumo de orgânicos no Distrito Federal tem multiplicado os pontos de venda de produtos livres de agrotóxicos nocivos à saúde

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:13/05/2016 07:00

 (Gustavo Moreno/CB/D.A Press)
 

 

O aumento do consumo de orgânicos no Distrito Federal tem multiplicado os pontos de venda de produtos livres de agrotóxicos nocivos à saúde. Segundo o Sindiorgânico, sindicato dos produtores rurais da categoria, o mercado movimenta anualmente cerca de R$ 30 milhões. Que tal aproveitar a grande variedade desses alimentos e garantir mais saúde à mesa?

Boutique Natureba
Produtos orgânicos industrializados são o mote da Boutique Natureba (105 Sudoeste Bl.C lj. 132, 3234-3572), aberta de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, e sábado, das 9h às 15h. Os alimentos livres de glúten figuram entre os mais vendidos, caso dos pães à base de vegetais ou raízes como mandioca, batata, milho e chá-verde (entre R$ 12,90 e R$ 21). O molho de tomate (R$ 18,80, 590 g) e o óleo de coco (R$ 500ml, 42,60) também integram as opções para quem quer garantir bem-estar.

Feira de orgânicos


316 Norte
A feira que acontece no espaço anexo à Igreja Messiânica Mundial tem foco nos produtos de origem animal da marca Korin, uma das principais produtoras de aves orgânicas do país. Além das carnes, o ponto de vendas comercializa grãos orgânicos de arroz e feijão, além de ovos caipiras. As barracas ficam abertas às quartas e aos sábados, das 7h às 12h.

De A a Zen


Os 40 tipos de grãos, farinhas e temperos vendidos a granel chamam logo a atenção de quem entra na loja. A semente de girassol (R$ 31, o quilo), a quinoa (R$ 60, o quilo) e a chia (R$ 49,50, o quilo) estão entre as opções disponíveis, com a farinha de arroz (R$ 6, o quilo), o farelo de aveia (R$ 15, o quilo) e o grão-de-bico (R$ 15), que fazem a alegria do público com alergias alimentares. A casa também aposta em pratos veganos congelados a preço fixo: moqueca de palmito pupunha, escondidinho de legumes, feijoada vegana e estrogonofe de cogumelo paris e champignon integram o cardápio (R$ 13,50). A loja De A a Zen (215 Norte bl.B lj. 47; 3024-9957) funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 21h; sábado, das 8h às 21h, e domingo, das 8h às 14h.

Feira de orgânicos

No Templo Budista
Organizada pela Cooperativa dos Produtores do Mercado Orgânico de Brasília, a feira invade a parte externa do Templo Budista (Entrequadra da 315 e 316 Sul AE 5 bl. 2) aos sábados, das 6h às 12h, com variedade de frutas sazonais entre maçã (R$ 10,50, o quilo), laranja (R$ 6,50, o quilo) e pera (R$ 13,90 o quilo). EQS 315/316.

Fazenda Malunga

O ponto de venda dos hortifrútis produzidos na fazenda Malunga, no Paranoá — propriedade modelo na produção de orgânicos — oferece variedade com destaque para o frescor dos produtos sazonais. As folhagens mais vendidas, como alface-americana (R$ 3,95), couve-manteiga (R$ 4,50) e rúcula (R$ 4,50), integram as verduras nas prateleiras. Os laticínios produzidos no Distrito Federal também ganham espaço nas gôndolas. Os clientes podem escolher entre queijo minas frescal (R$19,40, 450g), minas padrão (R$ 30,90, 400g), iogurte natural (R$ 6,68, 500ml) e leite integral (R$ 5,16). A loja Fazenda Malunga (315 Norte Bl. E lj. 60; 3202-6003) funciona de segunda a sexta, das 8h às 18h30, e sábado, das 8h às 16h.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK