Brasília-DF,
21/ABR/2018

Anna Elisa de Castro lança livro de culinária natural

No livro, Anna sugere ideias práticas e vegetarianas para incrementar sua cozinha

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:28/10/2016 06:45Atualização:27/10/2016 18:28
Especialista em alimentação natural, brasiliense Anna Elisa de Castro lança livro sobre culinária natural  (Mônica Villela Assessoria de Imprensa/Divulgação)
Especialista em alimentação natural, brasiliense Anna Elisa de Castro lança livro sobre culinária natural
O estilo de vida moderno, cada vez mais centrado no caos dos grandes centros urbanos, nos afastou de uma alimentação orgânica e natural. Mas, atualmente, existe uma corrente de resgate de uma forma mais natural, justa, limpa e orgânica de comer, sobretudo depois de uma maior conscientização do estrago que maus hábitos à mesa causam à saúde.

Bela gil  é um dos primeiros nomes lembrados por popularizar trocas saudáveis na cozinha. Ingredientes como a linhaça e a chia nunca foram tão citados. O que pouca gente sabe é que uma brasiliense foi uma das responsáveis por empolgar a filha de Gilberto Gil a seguir a carreira.

Anna Elisa de Castro formou-se chef e terapeuta alimentar em Nova York. Foi nos Estados Unidos que conheceu Bela, ainda receosa quanto a um curso de culinária viva no Brooklyn. Depois de receber o incentivo de Anna, a apresentadora do Bela Cozinha, no GNT, apostou no segmento. Assim como ela, Anna Elisa também dedicou parte da vida estudando como fazer uma comida majoritariamente verde — e saborosa.

A iniciativa rendeu frutos. Hoje, ela integra a “liga” do programa Fazendo a festa, no GNT. Na atração televisiva, o bufê que monta para as celebrações de aniversário infantis encara a concorrência desleal de frituras e guloseimas.

Ela confessa: não é das mais fáceis tarefas. “As crianças pedem coxinha, pão de queijo, pipoca e batata frita. Chego com outras ideias, como a de inserir saladas de frutas e ingredientes que elas não conhecem através do lúdico. Faço meu papel de formiguinha. O melhor truque é você se alimentar bem. A criança vai se alimentar do que tem em casa. Muitas vezes, a mãe quer criar um cenário que ela mesma não promove”, recomenda.

Anna também é idealizadora da N.O.S Escola, com aulas que vão de cosmética natural a yoga, sem esquecer de administração de conflitos pessoais. É considerada a primeira escola de saúde integrada do país e tem alunos célebres, como o ator Du Moscovis. “O comportamento coletivo é a principal forma de salvar a humanidade”, defende a especialista. Porque comida não é apenas o que degustamos. Envolve questões como água, solo e sustentabilidade.

Toda essa experiência está reunida no livro Sem tempero não dá — culinária natural para o dia a dia. Na obra, ela sugere ideias práticas (e vegetarianas) para serem implementadas por duas semanas. Uma delas é um exemplo de ritual matinal, começando, sempre, por um copo d’água com suco de limão, com poder alcalinizante e que regula o pH do sangue, comumente exposto a alimentos ácidos. Na sequência, suco de hortaliças da estação, sem adição de água. Para finalizar, uma fruta. “Ela têm a própria enzima e se digere com facilidade”, ensina.

Três perguntas // Anna Elisa de Castro

Qual a importância de tomar água com limão pela manhã?
Quando você acorda, precisa se hidratar. Beber um copo d’água é sempre bom. O limão alcaliniza o nosso corpo, e estamos sempre acidificando o sangue, tirando-o do pH mais alcalino, que é o natural. Essa mistura também estimula o movimento gástrico. É uma coisa simples, barata e rápida para começar o dia com bastante saúde. Não é um macete para emagrecer. Aliás, emagrecer é uma consequência. Se você está desequilibrado, quando o seu corpo volta para o equilíbrio, às vezes ele pode perder peso, às vezes, não.

Você também aconselha que o jantar seja feito até as 20h. Por quê? 
É algo que seria o ideal. Quem trabalha para caramba dificilmente consegue jantar todos os dias nesse horário. A vantagem é que até as 20h você não vai dormir com a barriga totalmente cheia, já inicia o processo de digestão. É um processo silencioso, mas que requer energia. Não parece que estamos trabalhando, mas o corpo dá um duro danado para digerir os alimentos. Por isso temos sono depois do almoço, por conta desse processo interno do corpo. São coisas que a gente não pensa muito, mas que fazem a diferença. Preferencialmente, à noite, o mais acertado é fazer uma refeição mais leve e, mais tarde, optar por um chazinho digestivo.

No livro, Bela Gil comenta sobre o empurrão que você deu na carreira dela. Imaginaria que seria um exemplo para a apresentadora, considerada uma das mais expoentes vozes em prol de uma alimentação saudável? 
Quando eu fui para os EUA estudar, ela já estava morando lá. Fui a segunda brasileira a fazer curso na mesma escola que ela. Falei para ela fazer o curso de comida viva, e ela foi descobrindo um novo mundo. Quanto mais nos juntarmos, melhor. A comida saudável, por vezes vegana, vegetariana e crua, ainda aparece no Brasil como um modismo. Mas essas modas podem ter bons resultados porque as pessoas se informam e mudam hábitos.

SERVIÇO
Sem tempero não dá — culinária natural para o dia a dia. De Anna Elisa de Castro. Companhia Editora Nacional e Bocato Editora, 184 páginas. Preço: R$ 42,90.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK