Brasília-DF,
21/NOV/2018

Simples assim ensina receitas para aproveitar a manga

A nutricionista Lívia nogueira conta como a fruta pode ser usada em sobremesas doces e salgadas

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Publicação:09/12/2016 06:36
 (Breno Fortes/CB/D.A Press)

Em meados de novembro, elas começam a dar as caras. Tímidas, primeiro surgem esverdeadas, para depois colorirem a capital de pontinhos amarelos. A manga é uma das frutas mais democráticas e tem no fim do ano seu ápice, quando entra em safra, transformando Brasília em um verdadeiro pomar. Lívia nogueira, nutricionista do Oba Hortifruti, explica que, mais que mera sobremesa, a fruta pode servir a qualquer tipo de receita, inclusive as salgadas. Nas saladas, ela dá um tom agridoce super bem-vindo. Mas a ousadia permite combiná-la a itens menos esperados, como um frango assado e carnes suínas, muito consumidas nas festas de Natal e ano-novo.
 
“Vale servi-las cortadas em cubos ou em fatias para decoração, ou um chutney de manga para acompanhar. É uma fusão de vários sabores”, acredita Lívia. Menos comum, as cascas intrigam o paladar. “Não é todo mundo que consome, elas podem ser usadas em bolos e algumas sobremesas. Tem gente que faz até farofa com ela. Ralada, a casca pode ser inserida na mistura de bolo, porque aproveita as fibras da fruta, que não estão só na polpa, mas no exterior — aliás, a parte mais rica em toda a fruta”, defende Nogueira. Adocicada, a do tipo rosa é a que tem menos “fiapos”, perfeita tanto para sobremesa quanto para pratos principais. “É a ideal, por ser mais fácil de mastigar. As que têm mais fiapos são as menores, como a coquinho e a espada. Abaixo, a profissional ensina três receitas versáteis com a fruta.

Atenção 
Um hábito comum é catar as mangas do pé e comê-las na hora. Ela não vê problemas, desde que a fruta seja lavada com solução clorada, um cloro próprio para a higienização de frutas e saladas, vendido em mercados, onde 
e fruta fica de molho por 15 minutos).

Benefícios 
l Rica em vitamina A: importante para as funções da visão, ajuda na saúde ocular e previne o envelhecimento 
das células dos olhos.
l Grande concentração de vitamina C: ótima para aumentar o sistema imunológico, além de fazer muito bem para a pele.

Receitas
 (Divulgação/Oba Hortifruti)
Ceviche 
Ingredientes
l 1 manga grande cortada em 
tirinhas ou cubinhos
l  Folhas de um raminho de hortelã 
picadinhas
l 1 cebola roxa em tirinhas
l Suco de 1 limão
l Sal a gosto
l Pimenta a gosto
l Um fiozinho de azeite
Modo de fazer:
Mistura tudo e sirva, 
preferencialmente gelado.

 (Divulgação/Oba Hortifruti)
Mousse com iogurte light
Ingredientes
l 1 manga madura grande
l 2 potes de iogurte natural desnatado/light
l 1 colher (café) de gengibre ralado
l 3 colheres (sopa) de suco de limão
l Gotas de adoçante sucralose a gosto
l Frutas a gosto para decorar
Modo de fazer
No liquidificador, bata a manga, o iogurte, o gengibre e o suco de limão, formando um creme. Prove e adoce com o adoçante e bata rapidamente. Coloque nas taças ou copos de sua preferência e leve a geladeira. Decore com as frutas de sua preferência. Deixe na geladeira até o momento de servir.

 (Divulgação/Oba Hortifruti)
Chutney 
Ingredientes
l 2 mangas palmer
l 1 maçã fuji
l 1 cebola
l 1 dente de alho
l 1/2 pimentão vermelho
l 1 1/2 colher (sopa) de gengibre fresco ralado
l 1/4 de xícara (chá) uvas-passas brancas
l 1/4 de xícara (chá) de açúcar
l 1 colher (chá) de sal
l 1 canela em rama
l 1/4 de xícara (chá) de vinagre de vinho branco
l 1/4 de xícara (chá) de água
Modo de fazer
Faça o pré-preparo: descasque e corte em cubos de 1 cm as mangas e a maçã; descasque e pique fino a cebola e o dente de alho; corte o pimentão, sem as sementes, em cubinhos; descasque e rale o gengibre fresco (se preferir, pique bem fininho). Transfira todos os ingredientes para uma panela, junte as uvas-passas, o açúcar, o sal, a canela, o vinagre e a água e misture. Leve para cozinhar em fogo médio. Quando ferver, abaixe o fogo, tampe e deixe cozinhar por 40 minutos, mexendo de vez em quando. Se começar a grudar no fundo da panela, regue com um pouco mais de água e misture – o chutney ainda deve ficar com um pouco de caldo, pois endurecerá quando esfriar. Passados os 40 minutos, desligue o fogo. Transfira o chutney para potes de vidro esterilizados, com fechamento hermético, e deixe esfriar em temperatura ambiente. Depois de frios, tampe e conserve na geladeira por até três semanas.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK