Brasília-DF,
28/MAI/2017

Restaurantes da capital oferecem receitas para desintoxicar após o carnaval

Passado a folia, é tempo de suco verde, chá, pratos leves e companhia ilimitada. Saiba conde encontrar pratos gostosos e práticos

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Renata Rios Rebeca Oliveira Publicação:03/03/2017 06:00Atualização:03/03/2017 10:55
Na Frugt, a salada de frutas é feita com os ingredientes da semana, escolhidos de acordo com a qualidade e a estação (Jhonatan Vieira/Esp. CB/D.A Press)
Na Frugt, a salada de frutas é feita com os ingredientes da semana, escolhidos de acordo com a qualidade e a estação

Quando se tem uma alimentação saudável diariamente —  com ingestão de frutas, legumes, verduras e proteínas de forma balanceada —  o organismo retribui. As idas ao consultório médico diminuem e a conta da farmácia também. Entretanto, não é raro que nesse intervalo entre Natal, ano-novo e carnaval muita gente descuide da alimentação.
 
Se você se encaixa nesse grupo, atenção. Nas páginas seguintes, o Divirta-se Mais dá opções para você comer sem culpa. Os famosos alimentos detox são destrinchados, com a facilidade de apenas sentar, apreciar e degustar. Sem desculpa da falta de tempo ou de disposição, as preparações se valem de algumas regras que ajudam o corpo a se redimir dos excessos.
 
No processo de destoxificação, há frutas, vegetais e até temperos, como a cúrcuma, que ajudam. “Hoje, com o excesso de produtos químicos até na água que tomamos, o corpo fica muito intoxicado. 
 
Concordo que a palavra detox tem sido mal-usada. O que adoece o corpo é a monotonia. A natureza tem a inteligência de ser cíclica e o homem deveria seguir esse exemplo”, afirma Renata Queiroz, sócia do Lavi Detox for Life.
 
Santo fígado! O órgão funciona como um filtro e é nele que se deve investir em um primeiro momento. Sucos como o da Clover Detox e os chás da The Tea Shop auxiliam no processo de eliminação de toxinas.
 
“O que emagrece é fazer um controle alimentar com a ajuda de um nutricionista. Posso perder venda, mas não vou vender mentira. O detox não emagrece, mas ajuda na substituição de uma refeição. Fazendo tudo certinho e com ele em conjunto, óbvio que há perda de peso”, ensina Luana Machado, da Clover Detox.

Frutas, muitas frutas!

Os benefícios de incluir frutas na dieta são muitos, mas nem sempre temos tempo de comprar, higinenizar e descascar os alimentos. Se essa era a sua desculpa, não vai colar mais. 
 
Para facilitar a vida de uma clientela que vive com prazos apertados e uma rotina corrida, Keli Ferreira abriu a Frugt. A loja trabalha com pacotes mensais (R$ 230, por pessoa, ou R$ 185, por pessoa, em pacotes empresariais a partir de 5 clientes) de frutas prontas para o consumo. São três variedades por dia, entregues diariamente em um horário pré-estabelecido.
 
“As pessoas têm uma rotina muito corrida, elas querem praticidade e qualidade. Escolhemos as frutas com muito cuidado e deixamos tudo pronto pro cliente só comer!”, garante Keli. Segundo ela, o pacote, que inclui a taxa de entrega, recebe uma demanda cada vez maior.
 
Para quem se interessou em provar os produtos da loja, no estabelecimento físico o cliente encontra saladas de frutas de 250ml (R$ 5) ou 350ml (R$ 7). “Colocamos todas as frutas que serão distribuídas na semana na salada. Acrescentamos suco de laranja para ajudar a preservar. Ela dura três dias na geladeira”, promete. Para quem quer receber a salada por delivery, é necessário encomendar ao menos cinco saladas, a taxa de entrega começa em R$ 5, mas varia de acordo com o local.
 
 Uma centena de sabores de chás e infusões, todos orgânicos, são ponto forte da The Tea Shop (Marcelo Donadussi/Divulgação)
Uma centena de sabores de chás e infusões, todos orgânicos, são ponto forte da The Tea Shop

Chá para curar 

O público brasiliense gosta de cuidar do corpo e da saúde. Basta ver a quantidade de lojas naturais, academias e clínicas de estética espalhadas nos quatro cantos da capital. Atento a esse movimento, o casal Clélia Brito e Renato Gabriel engrossa o filão. Em dezembro, trouxe a Brasília a loja espanhola The Tea Shop, especializada em chás e infusões.
 
Com a vantagem de cuidar do organismo de dentro para fora, as combinações vendidas são orgânicas —  sem uso de agrotóxicos ou pesticidas. No processo detox, em nada adianta tomar litros de chá cheios de produtos químicos e conservantes.
 
Eles trabalham com 100 opções comercializadas a granel, para o cliente fazer em casa. A média de preço é de R$ 30, cada 100g, valor aplicado ao chá-verde (diurético), chá-vermelho (que elimina gordura do sangue), chá-preto (energético, tem teína, mesmo alcaloide da cafeína, em quantidades altas), além dos conhecidos hibiscos, que previnem a retenção de líquido, e o relaxante rooibos.
 
Toda semana, dois sabores são eleitos para a venda à pronta-entrega, apenas para abrir e tomar. Gelado ou quente e com 400ml, custam R$ 6,50. Este mês, uma área gourmet com 8 mesas, carta de chás, e várias opções de doces e salgados complementam o serviço.
 
Renata Queiroz, do Lavi Detox, comercializa produtos sem glúten (Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)
Renata Queiroz, do Lavi Detox, comercializa produtos sem glúten
 

Viva a vida leve

Não vá ao Lavi Detox For Life pensando em perder peso de forma instantânea. O conceito da casa é o mesmo que prega boa parte dos nutricionistas contemporâneos. Em vez de promessas milagrosas ou do tão sonhado emagrecimento sem esforço, o charmoso lugar vende saúde. E ela vem de diferentes formas, mas dentro de regrinhas, como o não uso de glúten, açúcar ou lactose nas receitas.
 
Shot de limão, gengibre e pimenta-caiena (R$ 7) é um bom começo de refeição. Esse tipo de pimenta é considerado um superalimento, dos quais existem apenas mais 12 no planeta na mesma categoria. Potente, estimula o metabolismo e até ajuda na digestão.
 
Prensado a frio como todos os outros ofertados por lá, o suco sazonal chamado 2017, de melancia, gengibre e limão, foi criado justamente para hidratar o corpo. Para o pós-carnaval é uma excelente pedida, pois funciona como diurético e elimina toxinas. Sai a R$ 15 (300ml) ou R$ 21,50 (500ml).
 
“O suco feito dessa forma tem cinco vezes mais nutrientes do que o batido no liquidificador”, explica Renata Queiroz, sócia do empreendimento criado em parceria com o marido, Renato Dantas.
 
Wrap de broto de semente de girassol, alface, tomate, pasta de alcaparra e bacon de berinjela desidratada e marinada em molhos orientais se engloba dentro de mais uma das premissas das quais são adeptos. Trata-se da raw food (ou crudismo), quando as preparações não vão ao fogo e, se forem, não são submetidas a temperaturas maiores que 50ºC.
 
“Quando alguns alimentos sofrem variação de temperatura perdem proteínas e nutrientes”, complementa Renata. Eles também trabalham com encomendas, formato com o qual operavam exclusivamente até abrir a loja, em novembro do ano passado.
 
Empada, coxinha e empanada saudáveis do Maria Cozinha (Diogo Ramos/Divulgação)
Empada, coxinha e empanada saudáveis do Maria Cozinha
 

Comfort food do bem 

As gastrólogas Cris Oliveira e Maria Luiza Carneiro, responsáveis pela casa de quitutes Maria Cozinha, deveriam ser canonizadas. A razão é simples. É delas a ideia de fazer releituras de receitas no estilo comfort food de maneira mais saudável.
 
As duas se propõem a vender itens sem glúten e sem lácteos — perfeitos para quem está em reedução alimentar, mas não se desapega daquelas preparações com cara de comida de avó.
 
“Tira-se o glúten, mas sem deixar de comer o que sempre gostou”, conta Cris Oliveira. O rol de quitutes da Maria Cozinha, aberta há sete meses, não para de crescer. São mais de 60 produtos disponíveis, de salgados a lasanha, de tortas a waffles.
 
Na lista entram empadão de frango, palmito ou bacalhau por R$ 15, R$ 17 e R$ 20, respectivamente; coxinha à base de batata-doce recheada com carne ou frango empanada com farinha de fubá (R$ 9); empanada de shitake (R$ 14) e quibe de carne com quinoa (R$ 8, a unidade).
 
Sem ovo, glúten e leite, dá para comer até pizza sem enfiar o “pé na jaca”. Por lá, elas usam queijo vegano à base de mandioca, e recheio nos sabores margherita, calabresa, frango e cogumelos shitake (R$ 15, em tamanho brotinho).
 
Para o fim, um bolo de coco gelado, molhadinho igual ao da vovó. Produto mais vendido, sai por R$ 10 em tamanho que serve duas pessoas.
 
A preocupação com a procedência dos alimentos é parte da rotina no Bhumi, garante Gilberto Costa Manso (Carlos Moura/CB/D.A Press)
A preocupação com a procedência dos alimentos é parte da rotina no Bhumi, garante Gilberto Costa Manso
 

De acordo com as estações

No restaurante Bhumi, a culinária tem a proposta, acima de tudo, de ser saudável. “Aqui, temos essa característica desde a inauguração. Contratamos, desde o princípio, especialistas em alimentação saudável, para nos ajudar”, comenta Gilberto Costa Manso, proprietário da casa.
 
Segundo ele, os preparos são feitos de acordo com a disponibilidade de cada estação: “Tem época para tudo e montamos um cardápio que busca privilegiar o que está na estação, o que facilita na hora de conseguir os ingredientes orgânicos.”
 
Entre as alternativas do menu, o cliente da casa encontra a sobrecoxa de frango desossada e recheada com legumes e envolta em crocante de castanhas, acompanhada de creme de mandioquinha, cebolas caramelizadas com tomate-cereja, ervas frescas e duo de sementes de girassol e abóbora (R$ 28,90). “Nesse prato, os legumes variam, depende muito do que temos na casa, abobrinha, berinjela, cenoura... Também leva sementes de girassol e de abóbora”, ressalta.
 
“Nosso frango é, preferencialmente, orgânico, ou tem um selo humane”, informa Gilberto. Segundo ele, no caso da carne vermelha, os preparos chegam a ficar fora do cardápio, se não houver o produto orgânico disponível.
 
Badejo: peixe sem muita gordura e grelhado, novidade no Otro (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
Badejo: peixe sem muita gordura e grelhado, novidade no Otro
 

Peixe na parrilla

Os empresários Tiago Laúde e Leandro Pompeo não temem mudanças. Por isso, desde 19 de janeiro, depois de 11 anos de funcionamento em Brasília, o Corrientes 348 passou a ser chamado de Otro.
 
A equipe foi mantida, bem como os preceitos de que a parrilla, democrática, tem espaço para todo tipo de glutão. Inclusive para os que estão de dieta.
 
Com a troca de nome, viram também algumas mudanças —  uma delas será a inclusão de mais pescados e crustáceos no cardápio. Por hora, os comensais encontram o filé de badejo na brasa, por R$ 91 (300g) ou R$ 141 (600g) entre os cortes mais leves. “Por ser mais delicado, o peixe pede cuidado em relação ao tempo de preparo. O filé do badejo é mais alto e demanda um tempo de cozimento rápido na brasa, de modo que não perca a suculência”, argumenta Tiago Laúde.
 
À mesa, o peixe com pouca quantidade de gordura recebe a companhia de ervas, azeite e limão. Com o sabor natural preservado e inclusão sutil de alho mais salsinha, os legumes na parrilla (aspargos, cenouras, pimentões, berinjela, ervilha torta e tomate) custam R$ 56 e casam a proteína fit.
 
Leonardo Naves alia praticidade à saúde na Nathura fit (Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)
Leonardo Naves alia praticidade à saúde na Nathura fit
 

Do café da manhã à ceia

Sopa, sucos funcionais, escondidinhos fit, massas integrais, saladas quentes e até salada no pote. Opções para todas as  refeições são encontradas no menu do Nathura Fit, oferecidas avulsas ou em kits. “A ideia é ser uma coisa fácil, prática para quem compra e quer ter uma dieta mais saudável”, informa Leonardo Naves. Ele e a mulher, Fabiola Carvalho, montaram o negócio há quatro anos e hoje contam com duas nutricionistas para montar o menu.
 
As sopas são uma boa saída para quem chega em casa tarde e busca uma refeição quentinha e prática. Entre os sabores  estão abóbora com quinoa ou batata-baroa com brócolis (R$ 13, com 350 ml). “Nossas sopas têm sabores diferentes, mas são muito saborosas. Elas costumam ir nos kits para o jantar por ser em refeições leves”, sugere Leonardo.
 
Já para quem quer ir a fundo na dieta e prefere apostar em um kit, os pacotes são feitos para três, cinco ou sete dias e começam por R$ 180. “Todos os nossos produtos são feitos sob encomenda para garantir que tudo estará fresco. No kit, enviamos um mix  que atende todas as refeições do dia”, pontua.
 
Cookies e sucos de polpa: opções saudáves da Clover Detox (Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)
Cookies e sucos de polpa: opções saudáves da Clover Detox
 

Instantâneo e saudável

Desde que surgiram no mercado há cerca de quatro anos, os sucos detox fazem tremendo sucesso. Acontece que, devido ao custo natural do processo e de certo modismo em torno da proposta, muitos têm um preço elevado.
 
A fim de democratizar o acesso ao produto, a Clover Detox, em Taguatinga, decidiu vender polpas detox. 
 
O cliente finaliza o suco em casa, misturando entre 100ml e 150ml de água ou água de coco. O quilo sai por R$ 27, que garante uma semana de detox. Para 10 dias, há a promoção de 2 quilos por R$ 49,99. 
 
Pronto para consumo e embalado aos moldes clássicos, o preço sobe para R$ 34,99, uma semana de detox; ou R$ 64,99, para 10 dias. 
 
Funcional, a tapioca da casa é composta de fécula de mandioca, chia, gergelim negro e sal marinho (R$ 5,99 — 400g; ou R$ 9,99 — 800g). “Ajustamos a receita comum da tapioca pensando na saciedade, porque a chia explode no estômago”, afirma Luana Machado, sócia do marido, Frederico Araújo.
 
Na sexta-feira passada, a dupla lançou o cuscuz funcional, feito de farinha de milho, chia, sal marinho e um toque de manteiga, por R$ 7,99, com 200g. Complementam o quitute três recheios vendidos em sachês, por R$ 3,99, nos sabores queijo minas, peito de frango desfiado e músculo desfiado. 
 
Juntos, ficam prontos em um minuto no micro-ondas. Mais fácil e infinitamente mais saudável do que o preparo de um macarrão instantâneo!
 
O grão-de-bico é uma boa fonte de proteína (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
O grão-de-bico é uma boa fonte de proteína

Queremos orgânico!

No restaurante Green’s, o bufê da casa é farto nas alternativas orgânicas. Entre as opções do almoço (R$ 54,90, até as 14h, R$ 49,90, depois das 14h, o quilo), as saladas figuram como as grandes estrelas. “Aqui, temos um bufê 80% orgânico. Gostaria de atingir 100%, mas ainda faltam fornecedores”, explica o proprietário Rogério Mazer.
 
Para quem vai à casa, um preparo comum no bufê é a salada de grão-de-bico. “Essa é uma salada fria, que, servida nesse tempo de calor, é um sucesso”, sugere o proprietário. 
 
Entre os ingredientes que a salada pode levar estão tomate, cenoura, ervilhas e brócolis. Como leva grão-de-bico, a salada é uma ótima fonte de proteína.
 
Já à noite, o bufê dá espaço ao rodízio de sopas e caldos. “Servimos as sopas tanto na cumbuca (R$ 18,90), acompanhada de uma cesta de pães, quanto no rodízio (R$ 22,90)”, observa Rogério. 


ONDE COMER
Bhumi 
(113 Sul Bl. C lj 34; 3345-0046) aberto de segunda a sábado, das 8h às 22h; e domingo, das 8h às 16h.

Clover Detox 
(QNG 41, Lt. 2, lj. 5, Taguatinga; 98549-3336 e 99191-6000), aberto de segunda a sexta, das 9h às 18h.

Frugt 
(SRSCL Bl C, lj 8, Centro comercial Cruzeiro Center, Cruzeiro Velho; 3546-9600), aberto das 8h às 18h.

Green’s 
(302 Norte, Bl. B, lj 7; 3326-0272), aberto de segunda a sexta, das 11h30 às 15h30 e das 17h às 22h; sábado, das 12h às 15h30.  (202 Sul, Bl. C, lj 4; 3321-5039), aberto de segunda a sexta, das 11h30 às 15h30 e das 17h às 22h; domingo, das 12h às 15h30.

Lavi Detox for Life 
(SHIS QI 13, Bl. F, lj. 7, Lago Sul; 3248-5142), aberto de segunda a sexta, das 9h às 19h; e sábado, das 9h às 16h.

Maria Cozinha 
(413 Norte, Bl. E, Lj. 35; 
99964-6457), aberto de segunda a sexta, das 10h às 19h; e sábado, das 16h às 20h.

Nathura Fit 
(what’sApp: 99979-0192), aberto diariamente, das 9h às 18h.

Otro Parrilla 
(SCES Tr. 2, Conj. 40, ao lado da Ponte JK), aberto de segunda a quinta, das 12h às 15h, e das 19h à 0h; sexta e sábado, das 12h à 0h; e domingo, das 12h às 18h.

The Tea Shop 
(1º Piso, loja 131, ParkShopping, Guará; 3361-1098), aberto das 10h às 22h; e domingo e feriados, das 14h às 20h.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK