Brasília-DF,
19/NOV/2018

Harmonizar para refrescar: A combinação entre a refeição e a bebida gelada

As bebidas geladas também podem formar deliciosas parcerias e são muitas as casas que apostam nelas

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Renata Rios Rebeca Borges* Publicação:31/08/2018 06:07Atualização:30/08/2018 19:07

Prato de filé de salmão em crosta e espuma de wasabi com rodízio de espumante, na Victrola da 413 Norte (Minervino Junior/CB/D.A Press)
Prato de filé de salmão em crosta e espuma de wasabi com rodízio de espumante, na Victrola da 413 Norte

 

Em tempos de dias secos e calor, nada melhor que harmonizar a refeição com uma bebida fria ou gelada. Para ajudar o comensal na busca por uma boa harmonização que não abra mão de algumas pedras de gelo, o Divirta-se Mais apresenta combinações que prometem ir além de aliviar o calor.

 

Que tal buscar algo leve e mais saudável? No Oyá Cozinha Vegana, o cliente encontra uma alternativa artesanal para aliviar o calor e a sede. No local, a sócia Luciane Santos prepara o refrigerante artesanal, feito com uma calda de gengibre, limão e açúcar mascavo. "Usamos água com gás para dar o efeito do refrigerante, mas vamos introduzir o kombucha em breve e conseguiremos a gaseificação natural", destaca.

 

Apostando na qualidade dos ingredientes, a cidra oferecida no Loca Como Tu Madre, da marca Sina, é feita no Brasil e com maçãs orgânicas. "As frutas orgânicas dão outro sabor à bebida. É uma qualidade diferenciada", revela Giovanna Maia, proprietária da casa.

 

O espumante é um curinga na harmonização e casa bem com diversas receitas. No Victrola Gastropub, a sugestão para acompanhar a bebida é o prato salmão grelhado com molho de wasabi.

 

Para finalizar, que tal experimentar um clássico? O afogatto é uma bebida que brinca com as temperaturas, e no Rapport Cafés especiais ela é feita não só com um bom espresso, mas também com o gelato artesanal. 

 

*Estagiária sob supervisão de Igor Silveira 

 
Simplesmente funciona

 

Milkshake e hambúrguer são um casamento clássico, exportado dos EUA para o mundo (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
Milkshake e hambúrguer são um casamento clássico, exportado dos EUA para o mundo
 

 

Quando o assunto é um belo hambúrguer, uma combinação que vem à mente é o milkshake. A bebida parece andar de mãos dadas com o sanduíche e o sucesso é reiterado pelos comensais, que continuam a pedir a dupla. "Por tradição norte-americana, eles viraram uma combinação óbvia e que vai se reforçando por hábito", defende Lucas Arteaga, sócio do Páprica Burger, onde a dobradinha é um dos carros-chefes da casa.

 

Entre os hambúrgueres, destaque para o Páprica Burger (R$ 29). O sanduíche, que leva o nome da casa, é feito com pão de brioche, mix de baby leafs, tomate fresco, blend de black angus, queijo minas meia cura gratinado, cebola caramelizada, bacon crocante e molho da casa à base de páprica espanhola. Os chips (R$ 12), que casam bem com a dupla, são a mistura de tubérculos variados.

 

Para beber, claro, o milkshake, oferecido em cinco sabores na casa: churros, cheesecake de morango, framboesa com limão siciliano, apple pie e chocolate belga.

 

Chá ou café, para refrescar

 

O afogatto é uma combinação clássica de sorvete e café e harmoniza bem com macarons e brigadeiros  (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
O afogatto é uma combinação clássica de sorvete e café e harmoniza bem com macarons e brigadeiros
 

 

No Rapport Cafés Especiais e Bistrô, como o nome entrega, as alternativas com cafés gelados são uma presença marcante no menu. Entre os preparos oferecidos está o clássico afogatto (R$ 13).

 

A receita flerta entre uma bebida gelada e uma sobremesa, mas uma coisa é certa, ela é queridinha entre os amantes do café. “Essa receita usa o gelato artesanal feito aqui. A bola de sorvete vem banhada de espresso e finalizamos com farofa de castanhas”, descreve Fabiana Braga, proprietária da casa.

 

Para harmonizar com o café gelado, Fabiana sugere os macarrons ou os brigadeiros. "Trabalhamos com sabores do dia com os macarons (R$ 6,80). Por ser uma sobremesa seca funciona bem com a bebida geladinha e adocicada", explica a proprietária. Ainda nas bebidas geladas, ela sugere que os clientes experimentem o chá gelado (R$ 14, com 300ml).

 

Destaque para o Xi Hu — (chá verde, goji berry, laranja caramelizada, folhas de abacate e anis estrelado)."Ele ainda vem em um copo com gelo e uma rodela de laranja, que, além do charme, dá um toque cítrico refrescante”, pontua. Para acompanhar, a dica é o sanduíche De parma (R$ 26), feito com parma, gorgonzola, maçã verde e um toque de mel. “Um sanduíche leve que casa bem com o chá", sugere.


Para o frio e para o calor

 

As bebidas geladas do Ernesto Cafés Especiais são um sucesso (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
As bebidas geladas do Ernesto Cafés Especiais são um sucesso
 

 

Durante os dias quentes e secos, nada melhor que aproveitar uma sobra em um espaço aberto, se possível, bebendo algo gelado e comendo alguma delícia. É exatamente com isso que o cliente se depara no Ernesto Cafés Especiais. No local, o cliente encontra três variações de bebidas geladas com chocolate, todas, garante o gerente, Giordano Bomfim, muito queridas pelo público.

 

A favorita, Giordano entrega, é a bebida que leva o nome da casa, o Ernesto (R$ 22) — espresso, sorvete de baunilha, essência de avelã, ovomaltine e borda de Nutella com castanha-de-cajú. Mas ele sugere o chocolate gelado (R$ 12), que pode vir com uma dose de espresso (R$ 6).

 

O mais versátil, ressalta Giordano é o banana com cacau (R$ 14), feito com espresso, banana e chocolate em pó. "Nesse podemos substituir o chocolate por cacau, para ficar mais amargo e até tirar o café, para atender as crianças", explica. 

Para acompanhar as bebidas a dica é o bolinho de laranja, para quem prefere doce, ou o pão de queijo, para quem preferir uma alternativa salgada.

 

Curso sensorial

 

Em 7 de setembro, o Ernesto receberá Hugo Rocco, do Moka Club. Ele vem a cidade para dar um curso de Análise sensorial. Para mais informações ou se inscrever é necessário entrar em contato no giordano@ernestocafesespeciais.com.br

 
Artesanal e refrescante

 

O refrigerante artesanal servido no Oyá Cozinha Vegana casa bem com a guacamole (Carlos Vieira/CB/D.A Press)
O refrigerante artesanal servido no Oyá Cozinha Vegana casa bem com a guacamole
 

 

Os veganos tem muito o que comemorar. Entre os estabelecimentos que oferecem bebidas refrescantes, o Oyá Cozinha Vegana inovou e criou o refrigerante artesanal. "Essa é uma bebida que usamos atualmente com água com gás, mas em breve espero usar o probiótico kombucha, que vai gaseificar naturalmente a bebida", declara Luciane Santos.

 

A bebida leva a água com gás, o gelo e o xarope, feito com gengibre, limão e açúcar mascavo. "Fica muito refrescante, nossos clientes adoram", garante. Para acompanhar, Luciane vende a guacamole, com um diferencial, no lugar dos nachos tradicionais, ela coloca gergilico. "Essa é uma alternativa integral e ainda é muito rica em cálcio", informa.

 

Na pasta, ela coloca alguns toques pessoais, como a cebola-roxa e o tomate-cereja, no lugar dos tradicionais; para substituir o coentro, salsa. "Essa receita fez tanto sucesso que criei um chilli vegano: no lugar da carne moída, coloco as flores do couve flor", conta, orgulhosa.

 

Orgânica e gelada!

 

"A cidra é gaseificada, o que a torna muito versátil para harmonizar", informa Giovanna Maia
 

 

Quem busca uma boa opção de bebida para se refrescar não pode deixar de conferir o Loca Como Tu madre. A casa é famosa pelas jarras de sangria e clericot, ótimas para dividir com os amigos em um dia quente, mas o que o público do restaurante ainda está conhecendo é uma nova alternativa de bebida na carta, a Cida Sina (R$ 14).

 

Giovanna Maia, proprietária da casa, conta que a cidra ganhou admiradores e que é uma ótima alternativa para quem quer algo individual. "Para mim, o grande diferencial é ser uma bebida feita com maçãs orgânicas e aqui no Brasil", pontua Giovanna, que complementa: "É um produto muito bom e nacional".

 

Para acompanhar, a dica é a cumbuca de mariscos (R$ 53) — trata-se de uma seleção de frutos do mar, com lula, mexilhão, camarão e polvo, salteados em conhaque e guarnecidos de farofa marroquina. 

 

"Esse é um prato servido no almoço e no jantar e, até pelo formato dele, tem gente que pede para dividir e petiscar e gente que pede para comer no almoço, por exemplo", sugere.

 

Italiano gelado

 

O limoncello harmoniza bem com sobremesas (Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)
O limoncello harmoniza bem com sobremesas
 

 

A gastronomia italiana é a especialidade do restaurante Due. Desde 2013, a casa oferece uma variedade de pratos principais, sobremesas e bebidas características da Itália. Um dos sucessos do estabelecimento é o limoncello (R$ 19), bebida de origem italiana.

 

"O limoncello é muito popular na região de Capri", afirma Ivan Castro, proprietário do Due. A bebida é um tipo de licor, preparado com limão. "Normalmente, é ingerido como um digestivo ou aperitivo, pelo fato de ser refrescante. Além disso, funciona muito bem com sobremesas", destaca Ivan. Ele é servido em uma taça de licor, bem gelado, e armazenado no freezer, em uma média de 10º C.

 

Para acompanhar a bebida, a sugestão do proprietário é a sobremesa taça Due (R$ 19). "Ela é preparada com biscoito champagne, sorvete, creme inglês — da casa —, e cobertura de frutas vermelhas", ressalta Ivan. Outra alternativa é o affogato (R$ 15), formado por sorvete de creme com café, praliné de amêndoas e toque de creme de chocolate. "Na Itália, existe o hábito de tomar o limoncello depois do café para deixar o hálito mais fresco", conta o proprietário.

 

No prato e na taça

 

Prato de filé de salmão em crosta e espuma de wasabi com rodízio de espumante, na Victrola da 413 Norte (Minervino Junior/CB/D.A Press)
Prato de filé de salmão em crosta e espuma de wasabi com rodízio de espumante, na Victrola da 413 Norte
 

 

Os amantes de música, cervejas, drinques e vinhos podem aproveitar o serviço do Victrola Gastropub. Desde 2014, o estabelecimento funciona como um bar musical, onde os clientes podem apreciar música diretamente de LPs, além de levar os próprios discos para tocar no local.

 

Na gastronomia, um dos sucessos da casa é o prato salmão grelhado com molho de wasabi (R$ 45). "Ele é envolto numa crosta de gergelim. O salmão é grelhado, mas não muito, para ficar cru por dentro", conta Cristian Oliveira, proprietário do estabelecimento. Além disso, o prato conta com um purê de wasabi: "Ele dá uma refrescância e um toque japonês", afirma Cristian. 

 

Para harmonizar, a sugestão ideal é o espumante, que equilibra bem com o frescor do prato. Um dos rótulos de sucesso na casa é o Salton (R$ 75 a garrafa; R$ 22 a taça).

 

Além disso, Cristian sugere drinques da casa preparados com espumante, que harmonizam bem com o prato. Entre as sugestões, estão as bebidas kirk royal (R$ 23) e cosmopolitan (R$ 23), preparados com espumante Salton.

 

Quartas de rodízio!

 

Toda quarta-feira, o estabelecimento oferece um rodízio de espumantes, apenas para mulheres. Por R$ 65, as clientes podem apreciar uma seleção de bebidas, à vontade.

 

Dupla tradicional

 

Prato de lula italiana harmonizado com vinho branco, do restaurante Coco Bambu (Gilberto Alves/CB/D.A Press)
Prato de lula italiana harmonizado com vinho branco, do restaurante Coco Bambu
 

 

A clássica combinação entre frutos do mar e vinho branco é famosa no restaurante Coco Bambu. A casa nasceu em Fortaleza, no Ceará, mas funciona em solo brasiliense desde 2009. Uma das opções do estabelecimento é a iguaria lula à italiana (R$ 46, com 200g).

 

O prato é formado por anéis de lula, servidos no azeite morno com toque de limão, tomates-cereja e pimentões. "A acidez do prato fica muito bem com a do vinho branco, equilibra bem", afirma Beto Pinheiro, sócio-proprietário do estabelecimento.

 

"Entre os vinhos brancos, temos muitas opções. São mais de 200 rótulos, ao todo", conta. Ele explica que o estabelecimento tem uma adega apropriada para o armazenamento de todos os tipos de bebida. O sócio-proprietário conta que os vinhos brancos são servidos em uma temperatura que varia entre 7ºC e 8ºC e mantidos em um balde com gelo na mesa, para preservar o frescor e o aroma da bebida. Os rótulos variam entre R$ 66 e R$ 120.

 

Semana no Coco Bambu

Além do happy hour diário (das 17h às 20h), a casa conta com diversas promoções ao longo da semana. Nas terças, o Coco Bambu oferece os rótulos de vinho por preços promocionais. Nas quartas, o estabelecimento serve o espumante da casa por um preço especial: de R$ 85 por R$ 65. Nas quintas, o Coco Bambu permite que os clientes levem os vinhos de casa, sem custo adicional, para degustar com os pratos da casa.

 

Cerveja à moda inglesa

As cerveja harmonizam bem com o sanduíche de rosbife Spitfire ( Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)
As cerveja harmonizam bem com o sanduíche de rosbife Spitfire
 

 

As cervejas especiais caíram no gosto do brasiliense. Esse tipo de bebida é uma das especialidades do London Street Pub. A casa funciona desde 2015 e, além de cervejas artesanais, serve pratos de sucesso da Inglaterra.

 

"Atualmente, temos cerca de 150 rótulos de cerveja", conta Fernanda Mesquita, proprietária do estabelecimento. Para beber gelada, a sugestão é a Spitfire (R$ 49, com 500ml). A bebida inglesa é considerada uma das mais tradicionais do país, e conta com notas de marmelada, uvas vermelhas e pimenta do reino. "As cervejas inglesas não precisam de uma temperatura elevada para que você possa sentir toda as nuances da bebida", explica Fernanda.

 

Para acompanhar, a sugestão é o prato Cambridge sandwich (R$ 39). "Ele é um sanduíche desmontado, com rosbife, rúcula, picles, tomates, mostarda escura, pimenta do reino e azeite", diz Fernanda.

 

Música londrina

 

Nos fins de semana, a casa recebe música ao vivo. Os artistas tocam sucessos de grupos britânicos, como The Beatles, Rolling Stones, Coldplay.

 

Onde comer

 

Victrola Gastrobar 

(413 Norte, Bl. E; 3032-2626), aberto de terça a quinta, das 17h à 0h30, e sexta e sábado, das 17h à 1h30.

 

Due 

(209 Norte, Bl. D; lj 59; 3532-1018), aberto de terça a sexta, das 18h às 23h, sábado, das 12h à 0h, e domingo, das 12h às 16h.

 

Coco Bambu 

Águas Claras (EPTG, DF Plaza;3262-0559); Brasília Shopping (SCN, Q. 5, Bl. A, ljs 2-4; 3038-1818) e Lago Sul (SCES, Tc. 2, Ed. Ícone Parque; 3224-5585), aberto de segunda a quinta, das 11h30 às 15h30 e das 17h30 às 0h, sábado e domingo, das 11h30 às 17h e das 20h à 1h, e no domingo, das 11h30 às 17h e das 20h à 0h.

 

London Street Pub 

(214 Norte BL. D lj. 23; 3797-6888), aberto de segunda a sábado, das 17h à 1h.

 

Oyá Cozinha Vegana 

(109 Norte, Bl. A, lj 60; 3024-8166 ou Whatsapp 99816-2016), aberto terça e quarta, das 18h às 22h; quinta e sexta, das 18h às 23h; sábado, das 12h às 23h; domingo, das 12h às 18h.

 

Loca Como Tu Madre 

(306 Sul, Bl. C, lj 36; 3244-5828), aberto de segunda a quarta, das 12h às 15h e das 19h à 0h; quinta e sexta, das 12h às 15h e das 19h à 1h; sábado, das 12h às 16h e das 19h à 1h.

 

Ernesto cafés Especiais 

(115 Sul, Bl. C, lj 14; 3345-4182), aberto diariamente das 7h às 22h.

 

Rapport Cafés Especiais 

(201 Sul, Bl. B, j 9; 3322-0259), aberto de segunda a sexta, das 10h às 22h; sábado, das 10h às 19h.

 

Páprica Burger 

(204 Norte, dentro do Posto Ipiranga, entrada pelo Eixo L) ou (SHS Q 3 Bl. A parte A, ao lado do hotel Planalto Bittar), aberto de segunda a quinta, das 12h às 23h; sexta e sábado, das 12h à 0h; domingo, das 12h às 23h.


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK