Brasília-DF,
21/NOV/2019

Aprenda a harmonizar cervjeas e carnes

Kathia Zanatta, especialista na bebida, dá dicas valiosas

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:26/04/2019 06:02

 (Minervino Junior/CB/D.A Press)

 

A combinação de cerveja com carne é um sucesso e para ajudar quem quer mandar bem nessa harmonização. Kathia Zanatta, especialista de cervejas do Pão de Açúcar, dá dicas de alguns estilos que harmonizam bem com carnes, principalmente grelhadas. Confira:

 

Münchner (ou Munique) Dunkel 

O estilo alemão de coloração marrom-claro tem em torno de 5% de álcool e apresenta um perfil mais maltado e de médio baixo amargor. Neste caso, a cerveja apresenta notas de caramelização marcantes que remetem a amêndoas, caramelo, biscoito e leve chocolate e que se assemelham às mesmas notas que surgem nas carnes quando as assamos ou grelhamos. O amargor médio baixo agrada a vários paladares e ajuda no contraste da gordura que aparece em intensidades diferentes nas diversas carnes.

 

English Pale Ale / Special Bitter / Extra Special Bitter 

Os três estilos são parecidos e apresentam um equilíbrio entre malte e lúpulo, tendo o malte um perfil amendoado e o lúpulo, um perfil herbáceo ou sutilmente terroso. Essas características permitem que as suaves notas de caramelização se assemelham às das carnes, o amargor mediano do lúpulo contraste a gordura e o gosto umami e o álcool ajude com a gordura, mas sem ser muito intenso ou desagradável.

 

Brown Ales 

As notas de caramelização também se assemelham às da carne e seu amargor baixo, porém assertivo, contrasta na medida certa com a gordura e o gosto umami da carne. Além disso, com teor alcoólico médio, corpo baixo e boa carbonatação são fáceis de beber e ótimo acompanhamento para a ocasiões descontraídas.

 

IPAs 

Uma opção com amargor e álcool um pouco mais elevados servem muito bem para acompanhar carnes mais gordurosas. Trazem aromas cítricos de lúpulos americanos, amargor médio alto, corpo médio e final seco. O amargor contrasta a gordura e o umami da carne, além de contrastar também a doçura dela, deixando-a mais equilibrada. O álcool mais elevado também estabelece uma relação equilibrada de potência com a gordura. 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK