Brasília-DF,
15/SET/2019

Conheça Mauro Calichman, responsável pelo restaurante Uai Comida Brasileira

A casa tem como foco a culinária mineira

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Renata Rios Publicação:16/08/2019 06:02Atualização:15/08/2019 11:12
Mauro Calichman:
Mauro Calichman: "Aqui não é um trabalho, é onde eu venho receber meus amigos"
Por 15 anos, Mauro Calichman foi o diretor executivo do Grupo Jorge Ferreira — e o braço direito do homem que batizou a rede. Entre a responsabilidade de tocar a programação cultural, atender bem a clientela e oferecer uma comida de qualidade, Mauro acumulou amigos e admiradores.

Durante anos, Mauro viveu as histórias de dentro do grupo, ao lado do amigo. Ele relembra feliz que, durante a abertura do Mercado Municipal, era muito difícil ter tempo de sair e resolver problemas. “Um dia, Jorge e eu tínhamos que ir ao cartório. Era um documento que exigia assinatura presencial, enfim... No fim das contas, levamos um dos funcionários do cartório para pegar a assinatura com o Jorge onde ele estava. Trabalhávamos muito”, conta.

Também sobre o passado, Mauro relembra os artistas que viu subir ao palco pela primeira vez em alguma das casas do grupo e, atualmente, fazem sucesso. “Foram vários, é muito bom ver o carinho das pessoas por mim”, fala comovido e complementa: “Ver que tem gente que torce para o meu sucesso, até me emociono”.

Nova empreitada

Agora, ele se consolida em uma nova jornada, o Uai Comida Brasileira. Na casa, aberta em abril deste ano, a comida mineira é o chamariz. O bufê foi elaborado por um conhecido, o chef Ville della Penna. “O Ville trabalhou com a gente no Grupo Jorge Ferreira”, avisa, em tom nostálgico, enquanto lembra da participação de Jorge Ferreira no início da carreira do chef.

Sobre o menu, orgulhoso, ele lista alguns preparos, como a rabada, servida nas quartas, o pernil, nas quintas, e feijoada na sexta. “Temos receitas bem caseiras, a ideia daqui é ser igual a casa das avós: Você só comeu três pratos, não está com fome?”, ele se lembra dá avó e brinca.

Outro cuidado dele é com a equipe, uma extensão da própria família. “Eu tenho uma tese. Aqui é uma empreitada minha e dos funcionários. Quero montar uma equipe que deixe o cliente se sentindo em casa. Se der certo, todos vencemos, se der errado, também perdemos todos”. Mauro ressalta que o bom relacionamento dos funcionários é fundamental. “Passamos muito tempo junto para não nos entendermos”, pontua. “Me lembro que, há algum tempo, um antigo funcionário, que trabalhou comigo no Grupo Jorge Ferreira soube do Uai. Ele veio até aqui e me entregou o currículo dele. Disse que queria trabalhar comigo. Isso me deixa feliz”, se comove.

Sentado à mesa, o ícone da cena brasiliense é constantemente abordado por quem passa. São desde clientes que trabalham no complexo do Brasil 21, até nomes de peso nacional, todos sorrindo, elogiando e cumprimentando Mauro pelo passado e pela novidade, que já é um sucesso.

Enquanto observa o vaivém, ele dá retorno para a equipe, atende a ligações relacionadas ao novo ponto e conta: “Eu convivi muito com o Jorge, ele me ensinou muito sobre relacionamentos com pessoas. Ele era muito bom em conquistar”. Comovido, ele acredita ter herdado de Jorge Ferreira o carinho das pessoas. “O que não estava no inventário do Jorge, eu fiquei”, brinca saudoso. Para finalizar, ele promete em breve trabalhar com programação cultural no local. “Estou quase consolidado no almoço de segunda a sexta. O próximo passo são as reservas para a noite e para o fim de semana”, adianta.

Serviço
Uai Comida Brasileira 
(Brasil 21 Cultural, Bl. A, térreo; 3039-9393), aberto de segunda a sexta, das 12h às 15h. Outros horários mediante agendamento prévio.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK