Brasília-DF,
20/OUT/2017

Músico Gérson Deveras conta como aproveita a cidade no fim de semana

Envolvido em tantas atividades, Gérson Deveras indica lugares para descansar após dias tão agitados

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:06/09/2013 06:02
Gérson começou há dez anos a carreira de DJ, tocando em várias festas públicas e particulares (Gerson Deveras/Arquivo)
Gérson começou há dez anos a carreira de DJ, tocando em várias festas públicas e particulares

“Sou (sobre)natural daqui” é como se define o músico Gérson Deveras. Aliás, rotular esse artista não é tarefa fácil, pois ele tem múltipla área de atuação. À frente do grupo Os Cachorros das Cachorras, é referência cultural em Brasília desde a década de 1990, flertando a música brasileira com o rock. Paralelamente, empreendeu várias festas e eventos em Taguatinga, quando percebeu que o cenário independente na região ameaçava se estagnar.

Não satisfeito com as duas atividades, Gérson começou há dez anos a carreira de DJ, tocando em várias festas públicas e particulares. Especializado em apresentar “música do mundo” (sons do Oriente Médio), sons brasileiros e eletrônicos. Ele também é domador de cavalos e ainda pretende trabalhar com equoterapia. Até 2014, promete novo álbum e DVD do grupo, comemorando os 20 anos de carreira e ainda um curta-metragem. Envolvido em tantas atividades, Gérson Deveras indica lugares para descansar após dias tão agitados.

Sábado

Manhã

Começar o dia tomando um caldo de mocotó perto de casa é a recomendação. “As feiras do Guará, do Cruzeiro, de Taguatinga e de Ceilândia são boas opções”, salienta o produtor. Gérson também indica o Espaço Imaginário Cultural em Samambaia (“exposições legais e shows sempre ocorrem por lá”).

Tarde

O músico gosta de ir ao cinema. “É sempre uma referência para mim. Acho legal largar o comodismo de ficar em casa no computador ou na tevê e procurar algo interessante”, prefere. Gérson costumava ir muito ao Cine Brasília. Agora, a opção é o Casa Park. Ele também recomenda uma visita até a Galeria Olhos de Águia, em Taguatinga, que, em breve, fará uma retrospectiva do trabalho do artista.

Noite

A dica são os shows. “Existem festas periódicas bem legais, principalmente quando envolvem o pessoal da Criolina”, indica. Gérson também frequenta os eventos no América Rock Club e na Cervejaria Caixa D’Agua, em Taguatinga.

Domingo

Manhã

Hora de relembrar bons momentos. “Vou para a Praça do Bicalho, em Taguatinga. Há uma memória afetiva muito forte ali. Sempre reencontro amigos de infância”, explica.

Tarde

Nesse momento, o artista curte o teatro: “Prefiro espetáculos alternativos, como os que ocorrem na Vila Telebrasília”. Entretanto, ele não descarta outra visita ao Espaço Cultural Imaginário, em Samambaia. “Boas exposições, festas e shows”, ressalta.

Noite

Mais um período dedicado aos shows. “As apresentações no CCBB são bem legais, na Funarte também. Às vezes, há alguns eventos legais em Brazlândia e vou lá conferir, para respirar outros ares e ver outras pessoas”, declara o músico. E faz um pedido: “gostaria de ver mais shows no Parque da Cidade, pois o espaço é ótimo”, conclui.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]