Brasília-DF,
23/OUT/2017

Artista plástico André Santangelo separa o fim de semana para programas culturais

De visitas aos museus da cidade até um lanche na Feira da Torre, o artista se diverte nos fins de semana

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:15/11/2013 06:04Atualização:14/11/2013 16:54

André gosta de praticar atividades culturais ligadas ao cinema e teatro (André Santangelo/Divulgação)
André gosta de praticar atividades culturais ligadas ao cinema e teatro

O artista plástico André Santangelo, 36 anos, nasceu no Rio de Janeiro, mas não ficou muito tempo por lá. Por quase toda a vida, morou em Brasília. "Fui pro Rio apenas para nascer. Meu padrinho é médico e minha mãe quis me ter lá. Mas eu me considero brasiliense", explica. Não à toa, alguns de seus programas são tipicamente brasilienses. André gosta de festas na Praça do Museu da República, passear pelo Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) e, claro, frequentar galerias e checar exposições.

Sábado

Manhã


Residente do Setor de Mansões do Lago Norte, André Santangelo tem acesso fácil para o lago. O começo ideal de fim de semana é uma caminhada na orla ou na ciclovia para aquecer. “Isso, claro, quando não tem chuva”, frisa.

Tarde

Um café é o ponto de partida para passar algumas horas no CCBB. Depois, André vai a exposições, cinema, tudo o que o ambiente puder oferecer. "A exposição Mestres do Renascimento: obras-primas italianas (aberta até 5 de janeiro de 2014) está incrível e imperdível", sugere. O artista plástico também passeia por outros três endereços: Alfinete Galeria (116 Norte), Galeria Ponto (716 Norte) e Referência Galeria de Arte (Shopping CasaPark).

Noite


O programa noturno é composto de festas, principalmente a céu aberto. "Quando tem evento na Praça do Museu (Nacional Honestino Guimarães), acho bem legal. Fui ao show da Céu (no início de novembro), que foi muito bom", diz.

Domingo

Manhã


O Nordeste marca presença de forma gastronômica. "Gosto de ir à Feira da Torre e comer uma tapioca", conta André.

Tarde

Ainda na Feira da Torre, mais comida nordestina, com acarajé. Depois, um passeio no Museu Nacional Honestino Guimarães ou no CCBB. "No domingo, o cinema é um excelente programa também. Vou frequentemente ao Liberty Mall."

Noite


Para encerrar o roteiro de fim de semana, o artista vai ao Martinica Café (303 Norte). "Quando não, vou a festas no Museu", emenda.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]