Brasília-DF,
18/OUT/2017

Músico Alberto Salgado reserva o fim de semana para curtir com a família e produzir canções

Tempo com os filhos e a esposa agrada Alberto, que prefere não assistir televisão

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:10/01/2014 06:01Atualização:09/01/2014 13:20
Aos sábados, Alberto ministra aulas de violão ( Daniela Braga/Divulgação)
Aos sábados, Alberto ministra aulas de violão

O músico Alberto Salgado gosta da noite. Com música. Ele equilibra a boemia com um tempo para a família, reservando as noites de sábado para os bares e as de domingo para a criançada, em casa. Não se esquece dos projetos que toca nesse meio tempo. Tudo isso — enfatizado na entrevista e em mensagens pelas redes sociais — longe da televisão, meio do qual prefere sempre manter distância. E assim segue o samba.

Sábado

Manhã


Logo após levantar, o músico trabalha. “Costumo acordar com a cuca fresca para dar sempre a melhor aula de violão que eu puder na minha vida”, diz.

Tarde

Alberto Salgado reserva o período para um cochilo “quando possível” e para brincar com os filhos. “Aí a gente canta, toca e sorri demais”, afirma.

Noite

É a hora em que a música foge do trabalho e faz parte da boemia. “Vou ao bar Portela, no Cruzeiro Novo. Jorginho, além de dono de bar, é um grande parceiro de samba”, explica.

Domingo

Manhã


Alberto gosta de juntar a família e mantê-la longe da tevê. “Geralmente, a gente não programa muito, mas no fim é sempre muito bom”, diz Salgado sobre o tempo que passa com a mulher.

Tarde

Horário de trabalho. “Ouço e analiso tudo o que foi gravado no meu disco Além do quintal , prestes a ser lançado”, conta.

Noite

Mais um momento dos filhos. “Costumo ficar em casa inventando moda à toa e rindo com a criançada. Antes de dormir é importante ter um tempo para espairecer”, diverte-se.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]