Brasília-DF,
18/OUT/2017

Consumidora acusa descaso no atendimento em cinema da cidade; assessora se explica

O restaurante não atende legal? O cinema está sujo? Os seguranças são truculentos? Então, pode pôr a boca no trombone

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:11/04/2014 06:03
Está insatisfeito com algum serviço da cidade? O restaurante não atende legal? O cinema está sujo? Os seguranças são truculentos? Então, pode pôr a boca no trombone e mandar sua reclamação pra gente. Envie sua queixa para naogostei.df@dabr.com.br

Bate-papo


“No último sábado (5/4), fui ao Cinemark do Pier 21 assistir a um filme. Cheguei 25 minutos antes de a sessão começar e as filas estavam gigantescas. Até aí, nenhum problema, já que sábado à tarde as pessoas costumam ir ao cinema e está sempre cheio. O problema foi que os cinco funcionários que estavam atendendo pareciam preocupados com tudo, menos com a fila. Chegou ao cúmulo de, em determinado momento, três deles pararem de nos atender para conversar e ficarem minutos rindo. Se o lugar estivesse vazio, sem problemas, mas do jeito que estava cheio, achei um absurdo. Só consegui entrar na sala de cinema 10 minutos após o início do filme. Passei 25 minutos na fila só para comprar o ingresso. A pipoca, nem tentei. Eram menos funcionários ainda e, pelo andar da carruagem, parecia que trabalhavam com o mesmo empenho dos da bilheteria: nenhum.”

Gabriela Oliveira

Resposta

“O Cinemark lamenta o ocorrido e pede desculpas à cliente. A situação descrita não condiz com o padrão de qualidade da rede. As observações serão transmitidas à gerência do complexo, para que o treinamento dos funcionários seja reforçado. O grupo gostaria de contar com a presença da espectadora em um complexo de sua preferência, dessa vez como convidada.

Maria Inez Aranha, assessora de imprensa da rede Cinemark

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]