Brasília-DF,
23/OUT/2017

Diretor Marcus Ligocki aproveita o fim de semana para curtir a cidade

A paixão pela fotografia leva o produtor até a Casa da Luz Vermelha, galeria especializada em fotografia de arte

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:29/08/2014 06:04
 (	Raimundo Sampaio/CB/D.A Press)

Produtor do premiado documentário Rock Brasília – Era de Ouro, Marcus Ligocki revela sua programação de fim de semana na capital. Paraense radicado em Brasília, Marcus, além de dedicar a vida ao cinema, gosta de desenhar e mostrar novidades do cinema e da arte à pequena Bruna, a filha de 9 anos. Confira o roteiro!

Manhã

O dia é de fugir da rotina e tomar um café da manhã diferente. Marcus opta por ir com Bruna ao bistrô Jardim Bom Demais, no Jardim Botânico de Brasília. “É um café rústico que optou por fazer uso de produtos caseiros e orgânicos. Lá ficamos sentados sob os pinheiros em contato com a natureza, é muito gostoso”, conta o produtor. Encontrar os amigos no Beirute da 107 Norte é uma boa pedida para o almoço: “É um lugar versátil onde você pode ir com os amigos, com a família ou mesmo sozinho e acabar encontrando conhecidos”. O prato preferido é o filé à Salmonique acompanhado de uma cerveja bem gelada.

Tarde

A paixão pela fotografia leva o produtor até a Casa da Luz Vermelha, galeria especializada em fotografia de arte. “Há sempre muita coisa interessante exposta, além de ser um bom lugar para encontrar os amigos”. Marcus gosta de observar as imagens, relacionar-se com elas: “Não vou guiado por uma mostra específica, apenas vou e me deixo surpreender”, conta. Após a exposição, é hora de tomar um açaí no Bendito Suco. “É um ótimo lugar para conversar, encontrar os amigos e os artistas locais”, comenta.

Noite

Parte da família de Ligocki é gaúcha, o que explica sua predileção por carnes vermelhas. “Faz parte da minha criação, cresci comendo carne, churrasco, todas essas coisas”. Para matar a vontade, um dos pontos escolhidos é o restaurante Corrientes 348, no Lago Sul. “Eles servem uma deliciosa porção de mollejas e um assado de tiras de costela”, indica. Outros lugares que Ligocki gosta de frequentar são o Feitiço Mineiro e o Gate’s Pub. “Gosto da boa música do Feitiço, o ambiente descontraído e intimista. Já o Gate’s traz boas lembranças do final da adolescência. Marcou uma geração”, justifica.

Domingo

Manhã


Depois de uma caminhada da 107 Norte até a 104 Norte, o café da manhã com Bruna costuma ser no Daniel Briand. Depois, eles aproveitam para andar de bicicleta no Eixão antes de rumar para o CCBB. “As duas últimas mostras que fomos foram incríveis. Tanto as instalações da artista japonesa Yayoi Kusama quanto a mostra Arte para crianças, que trouxe obras de grandes artistas contemporâneos voltadas para o público infantil, foram muito boas”, comenta.

Tarde

Fanático pela sétima arte, Marcus reserva o domingo à tarde para conferir as novidades em cartaz. Para ele, a melhor sala de cinema é a do Cine Itaú CasaPark, onde assistiu ao filme Grande Hotel Budapeste, de Wes Anderson. Após a sessão, é comum passar um tempo na Livraria Cultura lendo, escolhendo novos filmes que vão fazer parte da coleção de DVDs do produtor. O sorvete de pistache ou doce de leite da Saborella completa a programação da tarde.

Noite

A tradicional Pizzaria Fratello da 109 Norte fecha o cardápio do fim de semana. O sabor preferido é a Fratellão, com muçarela especial, tomate caqui, muçarela de búfala, pesto verde e manjericão. Depois, pai e filha aproveitam o fim do domingo para ficar em casa brincando. “Desenho desde criança e a Bruna gosta de contornar e pintar os meus desenhos. Também passamos horas lendo e assistindo a filmes”, conta.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]