Brasília-DF,
17/OUT/2017

Chef Daniel Vieira, do 4Doze Bistrô, estrela a Agenda da Semana; confira

Daniel, que também é publicitário, conta sua rotina e o que gosta de fazer nas horas vagas

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:12/12/2014 06:16Atualização:11/12/2014 15:47
Chef Daniel Vieira com o prato camarão flambado ao whisky (Ed Alves/CB/D.A Press)
Chef Daniel Vieira com o prato camarão flambado ao whisky
Um dos nomes destacados pelo Retrato Brasília na categoria empreendedorismo, o chef Daniel Vieira começou a cozinhar aos 11 anos de idade. Hoje aos 31, o publicitário é responsável pelo restaurante 4Doze Bistrô e tem alcançado os diversos públicos de Brasília com um projeto próprio: O Chilli na Rua. O food truck especializado em culinária latina ganhou espaço e hoje é presença certa nos eventos gastronômicos da cidade ao ar livre. O tom do fim de semana é dado por esportes e cultura, além da gastronomia, claro!

Sábado

Manhã

O dia começa cedo. Daniel costuma ir à Feira Permanente do Cruzeiro comprar os ingredientes essenciais para os pratos do restaurante em que comanda as caçarolas. De lá, o ritmo de trabalho do sábado só se intensifica.

Tarde

Após a rotina pesada no horário de almoço, o chef pratica stand-up paddle no Clube das Nações. "Gosto muito de atividades ao ar livre porque meu dia a dia já é muito estressante. Então relaxar é uma necessidade", diz Daniel.

Noite

Após retornar para concluir o trabalho no restaurante, Daniel estende a noite nas festas alternativas de Brasília. As baladas Makossa e Melanina são as preferidas. "Gosto da cultura hip-hop, das pessoas que frequentam as festas. É um momento bom para encontrar meus amigos, também", conta o chef.

Domingo

Manhã

"Acordo cedo para trabalhar", diz. Quando não vai organizar o restaurante para o movimentado horário de almoço, Daniel Vieira toca o Chilli na Rua no Eixão, na altura da 214 Norte.

Tarde

É o momento para dividir com os amigos e a namorada nos intervalos do trabalho. Uma opção é pegar um cinema e conferir os últimos lançamentos na telona.

Noite

O cansaço bate forte, e o chef geralmente fica em casa. Quando possível, aproveita para visitar outros restaurantes da cidade. "É um tanto difícil porque a gente fica tão inserido no restaurante que comer nele é sempre muito importante para manter e aprimorar a qualidade", ressalta o chef que gosta de ir ao japonês Hajimê.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]