Brasília-DF,
17/OUT/2017

Minha agenda: Cacai Nunes conta sobre o fim de semana na capital

Compositor mescla atividades mais simples com a família até programas mais comuns que fazem parte da rotina de vários brasilienses

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:27/05/2016 07:15Atualização:26/05/2016 17:02
 (Gustavo Moreno/CB/D.A Press)


Violeiro, morador da capital federal, mas nascido em Pernambuco, Cacai Nunes tem uma vida tranquila, sempre com contato com a música e a natureza. Morador da área rural de Sobradinho, o compositor mescla atividades mais simples com a família até programas mais comuns que fazem parte da rotina de vários brasilienses. Para o fim de semana, opções como cinema, cachoeira e atividades físicas também estão presentes, além da necessidade de reservar um tempo para trabalhar.

Sábado

Manhã
O destino é o Parque dos Jequitibás, em Sobradinho, após um reforçado café da manhã para iniciar o fim de semana. O compositor leva a filha Helena, de 6 anos, para o passeio. “Acordo cedo com a Helena, nos preparamos e vamos para o parque. É sempre muito bom esse momento com ela, aproveitando as belezas da natureza e curtindo o primeiro momento depois da semana de trabalho”, explicou Cacai.

Tarde
Após o passeio, é hora de aproveitar o almoço no Rancho Canabrava, restaurante sempre visitado por Cacai e a família. “Gostamos muito de almoçar lá. A hora da sobremesa também é ótima, pois a maioria dos produtos é
trazido direto de Minas. Tudo é gostoso e fresquinho.”

Noite
Depois do período mais familiar, sábado à noite é o momento de sair para namorar. Cacai leva a companheira, Danielle, para assistir a um bom filme. O compositor gosta de diferentes estilos, mas escolheu o Cine Itaú como favorito. “Gosto do Cine Itaú por ter uma grade de filmes mais diversa. Ao mesmo tempo que posso assistir a um filme mais popular, gosto de procurar produções alternativas também. Lá eu consigo achar de tudo um pouco.”

Domingo

Manhã
O compositor opta por uma atividade física no Eixão, levando Helena e as sobrinhas Maria Eduarda e Luísa. “É algo que muita gente faz e, quem não fez ainda, aconselho. É um recurso gratuito da nossa cidade, um grande encontro de diferentes pessoas exercitando o corpo e praticando um momento de lazer. Gosto muito”.

Tarde
Para o almoço tradicional de domingo, a grande pedida está no restaurante Mangai. Pela origem nordestina do compositor, o restaurante se torna o local ideal para matar a saudade da culinária típica.

Noite
Geralmente, a semana de trabalho do violeiro começa na noite de domingo, quando ele está produzindo algo, ou fazendo alguma apresentação. “Na maioria das vezes, sigo para o Forró de Vitrola, com a nossa Kombi e os discos do Acervo Origens, para fazer o povo dançar a verdadeira música nordestina”, descreve.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]