Brasília-DF,
23/SET/2018

Virtú Confraria Teatral traz de volta Baobás, sobre a vida do autor de O pequeno príncipe

Segundo Carvalho, a proposta do espetáculo vai além das paredes do iglu em que ele é encenado

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira, especial para o Correio Publicação:05/07/2013 06:17Atualização:04/07/2013 17:17
A vida do autor de O pequeno príncipe é tema de peça lúdica e intimista, para crianças e adultos (Bruno Bernardes/Divulgação)
A vida do autor de O pequeno príncipe é tema de peça lúdica e intimista, para crianças e adultos
Geograficamente, mais de 2 mil quilômetros separam Brasília do Rio Grande do Sul, e quase 10 mil afastam o Brasil da França. Culturalmente, a distância será reduzida neste fim de semana, graças à sinergia mágica entre o ator brasiliense Guilherme Carvalho, o gaúcho Maico Silveira e a Virtú Confraria Teatral. No espetáculo Baobás, mais que derrubar fronteiras, eles desconstroem um artista conhecido por uma obra infantil: Antoine de Saint-Exupéry. Apresentam um artista completo, que transitou entre o jornalismo, a poesia, as invenções e… a aviação.

O autor do clássico O pequeno príncipe perdia o ar quando via o céu. Trabalhou por anos como piloto de entrega dos Correios. E, tragicamente, morreu em um misterioso acidente de avião. Para contar suas histórias, a Virtú propôs um cenário harmonioso — um planetário. A peça volta a Brasília depois de dois anos — está em cartaz desde 2011. Segundo Carvalho, a proposta do espetáculo vai além das paredes do iglu em que ele é encenado. Eles pedem, antes do início da peça, que o público escreva cartas a pessoas queridas, e a confraria as envia pelos Correios. “Ao chegarem, todos recebem um papel de carta e escrevem a alguém. Isso é dizer algo de verdade, não escrever um e-mail… É mais profundo!”, afirma.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES