Brasília-DF,
21/FEV/2018

Ator e diretor Charles Fricks traz a Brasília o monólogo O filho eterno

Desta vez, a peça terá apenas duas sessões, nesta sexta e sábado, às 20h, no Teatro Garagem do Sesc

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:19/07/2013 06:27
Em O filho eterno, Charles Fricks encena texto adaptado de livro do escritor Cristóvão Tezza (Dalton Valerio/Divulgação)
Em O filho eterno, Charles Fricks encena texto adaptado de livro do escritor Cristóvão Tezza
O ator e diretor Charles Fricks retorna pela terceira vez a Brasília trazendo na bagagem o monólogo O filho eterno, adaptação do livro homônimo de Cristóvão Tezza levada ao palco pela Cia. de Atores de Laura. Desta vez, a peça terá apenas duas sessões, nesta sexta (19/7) e sábado (20), às 20h, no Teatro Garagem do Sesc, como parte da programação do Palco Giratório. Seguindo as regras do projeto, Fricks vai participar de debates sobre o monólogo, logo após cada apresentação.

Dirigido por Daniel Herz, O filho eterno apresenta o cortante depoimento-confissão de um pai inconformado após o nascimento do filho com síndrome de Down. Incapaz de lidar com a situação, ele enfrenta as dificuldades da paternidade ao perceber que o pai não é mais o centro do mundo. A interpretação de Charles Fricks rendeu a ele o prêmio de melhor obra de ficção de 2012 da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), além de dois prêmios Shell no mesmo ano.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES