Brasília-DF,
21/SET/2018

Sensibilidade moderna e social são abordadas em exposição de Clóvis Graciano

Galeria da Caixa apresenta mostra com uma seleção de diversas fases da obra do artista plástico gaúcho Clóvis Graciano

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:16/08/2013 06:30
As pinturas ficarão expostas até 20 de outubro (Caixa Cultural/Divulgação)
As pinturas ficarão expostas até 20 de outubro
As várias fases de Clóvis Graciano são também as várias fases da história da arte brasileira no século 20. É um passeio por essa trajetória que a exposição Arte de cavalete propõe ao visitante. Montada na Galeria Vitrine da Caixa Cultural, a mostra reúne pinturas que pertencem à família do artista e ao acervo da Caixa. São 40 obras que atravessam décadas de produção e retratam os temas caros a Graciano nas mais diversas técnicas.

Há pinturas, desenhos e gravuras em formatos que vão de 20x30 cm 0,8x1,60 m. Com curadoria de Enock Sarmento, a exposição dá destaque às naturezas-mortas e aos temas sociais, sempre retratados de maneira figurativa, característica da obra de Graciano. O artista era um dos integrantes do Grupo Santa Helena, ao qual pertenciam também Francisco Rebolo, Aldo Bonadei e Fulvio Penacchi. Na exposição, além das pinturas, o público poderá conhecer desenhos, xilogravuras, aquarelas e estudos realizados para murais, técnica que também fazia parte da produção de Graciano.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES