Brasília-DF,
19/FEV/2018

Cantora Baby do Brasil é atração no projeto Todos os sons, no Museu Nacional

Baby do Brasil vem encantando a todos que a assistem, em diferentes cidades brasileiras. Foi assim em abril, quando se apresentou no Pontão do Lago Sul

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Irlam Rocha Lima Publicação:23/08/2013 06:15Atualização:27/08/2013 19:37
Show de Baby é o segundo em Brasília após sua ausência dos palcos: o primeiro foi em abril (Gabriel Bittencourt/Divulgação)
Show de Baby é o segundo em Brasília após sua ausência dos palcos: o primeiro foi em abril
Desde que voltou aos palcos em novembro de 2012, no Jockey Clube do Rio de Janeiro, depois de longa ausência, Baby do Brasil vem encantando a todos que a assistem, em diferentes cidades brasileiras. Foi assim em abril, quando se apresentou no Pontão do Lago Sul e foi ovacionada pelo público.

Neste domingo (25/8), a ex-vocalista de Os Novos Baianos estará novamente na capital, como atração do projeto Todos os sons, no Centro Cultural Banco do Brasil, em parceria com o festival Cena Contemporânea. O show é na área externa do Museu Nacional da República, na Esplanada dos Ministérios. Antes dela, às 17h, sobem ao palco o multi-instrumentista Ji Bhajan, que faz concerto voltado para o público infantil; e a banda Passo Largo, tocando músicas autorais e covers do Led Zeppelin e do Black Sabbath.

Trajetória

Baby sucessos é o nome do show que a cantora traz em sua volta à cidade. O título se justifica plenamente, uma vez que no roteiro estão incluídas canções que marcaram a carreira da artista. Da lista fazem parte: A menina dança e Tinindo e tricando (do repertório de Os Novos Baianos), Auê com você, Cósmica e Menino do Rio.


Idealizador e diretor musical do show, o guitarrista Pedro Baby lidera a banda que acompanha a mãe, formada por Betão Aguiar (baixo), Renato Brasa (bateria), Orlando Costa e Guerrinha (percussão), Claudinho Andrade (teclados), Maico Lopes (trompete) e Carlos Darci (trombone).

Três perguntas Baby do Brasil

Você se apresentou aqui em abril, no Vivo Open Air, e muita gente, entre os que assistiram — me incluo entre eles —, considerou o show o melhor do ano. Como foi para você retornar a Brasília naquela oportunidade?

Foi uma delícia poder voltar a Brasília, com o meu filho e a nossa banda maravilhosa, e ter contado com um público que não me via há muito tempo nos palcos seculares, sem falar daqueles que nunca tinham me visto num palco. Particularmente, Brasília sempre foi o lugar aonde eu gostaria de chegar com esse show. Então, foi mais um presente que ganhei nesta turnê.

No domingo, você é a atração do projeto Todos os Sons e do festival Cena Contemporânea. O show que fará na área externa do Museu Nacional da República é semelhante ao anterior ou tem alguma alteração?

Quando volta aos lugares por onde passou, o show Baby sucessos sempre traz uma novidade para a galera que já o assistiu. O diretor Pedro Baby, tem ótimas ideias e juntos nós bolamos esse presente. É um grande prazer voltar a Brasília, principalmente num projeto de qualidade tão excelente.

Já tem previsão para a gravação do DVD?

A gravação do DVD e CD ao vivo já está quase nascendo. Porém, não posso adiantar a data, porque o local onde ocorrerá a gravação ainda não está definido. Logo, logo, a qualquer momento, todo mundo vai ficar sabendo.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES