Brasília-DF,
22/FEV/2018

Músicos da cidade prestam homenagem ao centenário de Vinícius de Moraes

Suzi Magalhães, Marden Maluf, Welder Rodrigues, Oswaldo Amorim e Elias Caires comandam o tributo Vinicius - Poesia e música, no Clube do Choro de Brasília

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:03/09/2013 06:03Atualização:02/09/2013 19:37
O grupo de professores da Escola de Música se uniu pela importância do centenário de Vinícius (Welder Rodrigues/Clube do Choro/Divulgação)
O grupo de professores da Escola de Música se uniu pela importância do centenário de Vinícius

O ano de 2013 marca o centenário de um dos artistas mais completos da história do Brasil. Poeta, compositor, jornalista e dramaturgo, Vinícius de Moraes, morto em 1980, terá boa parte de sua extensa obra revisitada durante o show Vínicius – Poesia e música, apresentado nesta terça-feira (3/9), no Clube do Choro de Brasília.

Na parte musical, as grandes parcerias do compositor devem aparecer (Arquivo/Agência O Globo)
Na parte musical, as grandes parcerias do compositor devem aparecer
Para homenageá-lo, um grupo de professores da Escola de Música de Brasília, composto por Suzi Magalhães (piano e canto), Marden Maluf (declamação dos poemas), Welder Rodrigues (flauta), Oswaldo Amorim (baixo acústico) e Elias Caires (bateria), decidiu preparar um tributo que se equiparasse ao nível das obras do artista. “O Vinícius é o grande poeta lírico da MPB. O Clube do Choro, que eu costumo falar que é o Canecão (tradicional casa de shows carioca, desativada em 2010) de Brasília, o nosso templo da MPB, não poderia deixar a data passar em branco”, afirma Marden Maluf, curador da parte literária e coordenador geral do projeto.

Na homenagem, o público poderá conferir uma envolvente mistura de linguagens artísticas no palco, com 15 poemas, 16 canções e cinco instrumentais. Apesar de representar a obra de Vinícius em número reduzido, Maluf garante que o tributo passa pelas principais fases da carreira do poeta. “Não foi fácil selecionar o material porque, considerando que temos em torno de 400 poemas e músicas para trabalhar, o show ficaria muito grande”, enfatiza Maluf. “Mesmo assim, vemos o Vinícius, lírico, cômico e social. As únicas partes que ficaram de fora foram os poemas infantis e a fase mais depressiva”.

Na parte literária, atenção especial ao soneto, considerado um dos pontos fortes da obra de Vinícius. No campo musical, não devem ficar de fora as grandes parcerias com Tom Jobim, Chico Buarque e o homenageado do ano pelo Clube do Choro, Baden Powell. O show tem início às 21h, com ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). A classificação indicativa é de 14 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES