Brasília-DF,
21/SET/2018

Peça baseada em obra de Luis Fernando Veríssimo entra em cartaz

O espetáculo "O analista e a sexóloga de Bagé" será apresentado em três sessões e o stand-up "O analista de Bagé" tem única apresentação

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Tomaz de Alvarenga - Especial para o Correio Publicação:27/09/2013 06:10Atualização:26/09/2013 15:14

Carlos Cunha e Alexandra Dias vivem o analista e a sexóloga: longevidade no papel (Fausto Saez/Divulgação)
Carlos Cunha e Alexandra Dias vivem o analista e a sexóloga: longevidade no papel
O ator Claudio Cunha é paulista, mas admite que seu alter ego é gaúcho. Também pudera: há 30 anos, ele representa O analista de Bagé, peça baseada na obra de Luis Fernando Veríssimo, que entrou no Livro dos recordes (Guiness book) como o personagem mais longevo com o mesmo ator (mais de 30 anos). Brasília recebe duas variações desse premiado trabalho: sexta-feira (27/9), ocorre a estreia do stand-up O analista de Bagé, no Pampulha Gastronomia e Eventos (SCES, Tc. 2), a partir das 19h. Sábado e domingo, no Brasil 21 Cultural, a peça será apresentada em três sessões, na qual Cláudio contracena com a atriz Alexandra Dias.


 

 

 

 

 

 

O que torna a peça tão duradoura? Segundo o ator, o segredo é um só: “Muito trabalho. Fazemos bons espetáculos. Temos público cativo e sempre nos apresentamos com casa cheia em Brasília”, comemora o artista. Sobre as apresentações, Claudio afirma que o humor está além dos trejeitos sulistas. “Não é uma paródia regional, apesar de eu estar caracterizado como um machão gaúcho. As referências são diversas e o público se identifica”, afirma.

O analista de Bagé – stand-up
Sexta, às 19h, no Pampulha Gastronomia e Eventos (SCES, Tc. 2, Cj. 72; 3225-1182). Ingressos: R$ 60 e R$ 30 (meia). Não recomendado para menores de 14 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES