Brasília-DF,
22/FEV/2018

Coluna Sons da noite traz shows de Simone, Maria Gadú e Arlindo Cruz

O encontro entre os bambas Arlindo Cruz, Marcelo D2, Leandro Sapucahy, Mumuzinho e Mart'nália vai rolar no salão social da AABB, em 1º de novembro

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Irlam Rocha Lima Publicação:11/10/2013 06:07Atualização:10/10/2013 16:27
 (Leo Aversa/Divulgação)

Estrela de volta

Cinco anos depois de se apresentar ao lado de Zélia Duncan no Auditório Master do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, Simone volta a cantar em Brasília. Em 31 próximo, ela faz show no Teatro da Unip (911 Sul), para lançar É melhor ser, álbum com direção musical de Bia Paes Leme e Leandro Braga. O disco sairá em breve pela gravadora Biscoito Fino.

Esse trabalho traz como grande novidade uma parceria de Simone com Fernanda Montenegro, grande dama das artes cênicas brasileiras, na canção A propósito. Outras inéditas são Mulher o suficiente e Só se for, que a cantora compôs com Alzira Espíndola e Zélia Duncan, respectivamente.

Há, também, versões de Simone para as consagradas Charme do mundo (Marina e Antônio Cícero), Mutante (Rita Lee e Roberto de Carvalho), Acreditar (Dona Ivone Lara e Délcio Carvalho) e Descaminhos (Joanna e Sarah Benchimol). No show, que tem direção geral de Cristiane Torloni, a estrela da MPB será acompanhada pela banda formada por Leandro Braga (piano), João Gaspar (guitarra e violão), Bruno Migliare (contrabaixo), Christiano Galvão (bateria) e André Siqueira (percussão). Não recomendado para menores de 14 anos.

Nova turnê

Quem também retorna em breve à capital é Maria Gadú. A cantora, uma das maiores revelações da MPB nos últimos anos, vem com a turnê do Mais uma página — nome, também, do último CD — e se apresenta em 26 deste mês, na Arena Brasília, ao lado do Shopping Iguatemi. No show, ela interpreta canções inéditas e recria Oração ao tempo (Caetano Veloso) e Amor de índio (Beto Guedes e Ronaldo Bastos). Os ingressos já estão à venda no Brasília Shopping (piso G2) e Iguatemi (1º piso). Não recomendado para menores de 14 anos.

Cena negra

A banda californiana Groundation é o maior destaque da programação do Cena Black Brasília, que ocorre em 25 próximo no Espaço Cultural do Minas Brasília Tênis Clube (Setor de Clubes Norte). Outras atrações do projeto são os grupos Reemah, das Ilhas Virgens St. Croix, nova revelação do reggae mundial; o paulista Mato Seco e o carioca Cone Crew. O DJ Hugo Drop comanda as picapes. Não recomendado para menores de 18 anos.

 (Selmy Yassuda/Divulgação)

Bem protegidos

A chuva trouxe problemas à Boa do samba, em área ao lado do Estádio Nacional Mané Garrincha, no ano passado. Para evitar que isso volte a ocorrer, a segunda edição do evento, em 1º de novembro, com os bambas Arlindo Cruz, Marcelo D2, Leandro Sapucahy, Mumuzinho e Mart’nália, vai rolar no salão social da AABB. Lá, os sambistas e o público estarão bem protegidos. Os ingressos já estão à venda na rede Temakeria Koni e na secretaria do clube. Não recomendado para menores de 18 anos.

Cantando samba

Violonista brasiliense que desenvolve trabalho sofisticado, Marcelo Guima está radicado no Rio de Janeiro desde a década passada. Recentemente, lançou o CD Dois compassos, em que exibe talento, como cantor, ao lado do mestre Délcio Carvalho, criador de sambas antológicos com Dona Ivone Lara. Alguns deles, como Acreditar, Alvorecer, Minha verdade e Sonho meu estão no repertório. Sábado da semana que vem, Marcelo lança o disco em show no Espaço Cultural do Choro. Não recomendado para menores de 14 anos.

Estreia brasiliense

A cantora e compositora maranhense Maria Spíndola faz sua estreia na cidade segunda-feira, às 20h, no Balcony (412 Sul), acompanhada por Marcus Lussaray (guitarra e direção musical), David Nery (baixo) e Di Steffano (bateria). Ela aproveita para lançar Fogo original, o primeiro disco, com 11 canções autorais e a recriação do clássico Linha do Equador (Djavan e Caetano Veloso). Não recomendado para menores de 18 anos.

Eterno Poetinha

Grupo vocal lançado por Vinicius de Moraes na década de 1960, o Quarteto em Cy presta tributo ao Poetinha quinta e sexta-feira próximas, às 20h, no Teatro da Caixa. No show pelo projeto Para sempre Vinicius, Cyva, Cybele, Cynara e Cylene tem a companha de Georgiana de Moraes, filha do homenageado. Sábado e domingo, a celebração continua com os mineiros Toninho Horta e Paula Santoro. Não recomendado para menores de 12 anos.

Na despedida

O projeto Encantadoras, que levou ao palco do Teatro Oi Brasília, na temporada de 2013, Ellen Oléria, Cris Pereira, Lívia Cruz, Paula Zimbres, Camilla Inês e Patrícia Rezende, fecha a programação no dia 18, apresentando o trio brasiliense de rock Lucy and The Popsonics. Fernanda, Pil e Beto Cavani (ex-Nata Violeta e Suíte Super Luxo) vão mostrar músicas do CDs A fábula (ou a farsa?) de dois eletropandas e Fred Astaire e inéditas do álbum a ser lançado em 2014. Não recomendado para menores de 14 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES