Brasília-DF,
17/OUT/2018

Peça conta por meio de trechos e quadros grandes cenas do balé tradicional

O grupo se mostra disposto à experimentação do balé clássico e da dança contemporânea

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Publicação:01/11/2013 06:13Atualização:31/10/2013 14:03

Cena do espetáculo produzido pela Cia. Regina Maura: releitura de clássicos (Julio Dutra/Divulgação)
Cena do espetáculo produzido pela Cia. Regina Maura: releitura de clássicos

A união entre contemporâneo e tradicional é a proposta de Quadros, do estúdio de dança Regina Moura, em cartaz neste fim de semana na Sala Martins Pena do Teatro Nacional. O objetivo é contar, por meio de trechos e quadros de grandes cenas do balé tradicional, a história do balé e sua representação para o mundo.


Saiba mais...
Segundo Mônica Berardinelli, bailarina à frente do Estúdio de Dança Regina Maura, A ideia é que, partindo de quadros/trechos, projetados ou realizados em cena pelos grandes balés tradicionais — a exemplo do I Ato do Ballet de Giselle. Esse segmento será apresentado em sua versão clássica e contará com a participação do primeiro bailarino do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Marcelo Misailidis, das Projeções Clássicas do Ballet Coppélia e da Suíte do Ballet Carmem — seja apresentada ao público a visão do que cada um desses clássicos representa no entendimento da dança. “Contaremos, ainda, com um pianista e um cantor, para a utilização de música ao vivo durante os intervalos de troca de cenário”, ressalta.


Como os artistas envolvidos nesste espetáculo são do balé clássico e da dança contemporânea, o grupo se mostra disposto à experimentação. “Estamos abertos ao inusitado, buscamos superar todos os limites e barreiras para, juntos, obtermos uma expressão única e singular do que é a dança”, conclui Mônica.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES