Brasília-DF,
18/JUN/2018

Encenação da peça Tabus? proporciona reflexão intimista a quem assiste

A criação será apresentada no subsolo do Teatro Dulcina, este fim de semana

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Paula Bittar, Especial para o Correio Publicação:13/12/2013 06:15Atualização:12/12/2013 14:11
Os atores de Tabus? deixam as definições de assunto proibido para a platéia (Érika Guedes/Divulgação)
Os atores de Tabus? deixam as definições de assunto proibido para a platéia

Saiba mais...
Sem pretensão de impor, mas, sim, de instigar, a peça Tabus? propõe diferente configuração de cena, em que a plateia decidirá o que é ou não um assunto proibido. O mote subliminar da encenação foi inspirado nos sete pecados capitais. O espetáculo se passa no subsolo do teatro. Lá, foi construída uma casa em que a plateia de apenas 50 pessoas é convidada a espiar pela fechadura para saber o que se passa em cada cena.

A montagem é bem intimista. O diretor deixa a porta aberta para os espectadores descobrirem os segredos da narrativa. “O cenário foi um dos maiores desafios. Não queríamos um aspecto muito naturalista. Era importante que o ambiente potencializasse as caraterísticas do personagem. Buscar espaços alternativos para tirar do público a impressão de que eles estão em um teatro virou uma característica nossa”, conta Josuel Junior. A peça é encenada por atores de seis grupos de teatro da cidade. A direção geral de Tabus? é assinada por Rafael Soul.


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES