Brasília-DF,
24/OUT/2018

Evandro Santo se apresenta neste fim de semana com a peça Se net, Colega!

A peça faz uma reflexão sobre as transformações que o homem passa com as tecnologias

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:15/01/2014 06:00Atualização:14/01/2014 13:57

Este é o terceiro projeto de Evandro que estreia na capital (João Américo/Divulgação)
Este é o terceiro projeto de Evandro que estreia na capital

Conhecido pelo personagem Christian Pior no programa Pânico na TV, o humorista Evandro Santo estreia na cidade a peça Se net, Colega! neste sábado (18) e domingo (19/1), no Teatro Unip.

A apresentação faz uma relexão sobre as transformações que o homem passa com as tecnologias. Sobre a apresentação, Evandro definiu a peça como “saudosista”. “Eu era criança nos anos 80, e tenho muita saudade dos anos 1990. É assustador o quanto o ser humano muda o tempo todo”, comentou.

A ideia para montar o roteiro do Se net, colega! surgiu após observar os amigos usando os aparelhos móveis. “O celular virou um órgão, um rim ou um fígado e as pessoas usam o tempo todo”.

Saiba mais...
Este é o terceiro quadro do humorista que estréia em Brasília. O artista comentou que a escolha da cidade é por considerar a capital “sempre acolhedora”. “Estou de férias e tenho vários amigos na cidade. As outras duas peças também foram lançadas em Brasília e sempre me deu sorte”.
    
Duas perguntas para Evandro Santo

Quais são as maiores gafes que  as pessoas cometem com as tecnologias?

As pessoas colocam o celular em cima da mesa, ignoram a pessoa do seu lado para conversar pelo celular, não olham mais nos olhos.


Na web, você compartilha vídeos cantando no chuveiro, fotos de gravações e ainda interage com o público. Como você administra o tempo para as redes sociais?

Eu consigo usar como instrumento, até mesmo para divulgar o meu trabalho. Você tem uma ideia e grava em 15 segundos. Respondo mensagens no aeroporto, enquanto estou em intervalo de gravações. Você precisa administar o tempo para não se tornar escravo da tecnologia.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES