Brasília-DF,
19/FEV/2018

Modalidade que mistura stand-up paddle com ioga é atração em clube brasiliense

A prática traz vários benefícios para a saúde e bem-estar

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Guilherme Pera - Especial para o Correio Publicação:21/02/2014 07:09
Fernanda e Rafael fazem exercício, trabalham a concentração e apreciam a paisagem ao mesmo tempo (Ed Alves/CB/D.A Press)
Fernanda e Rafael fazem exercício, trabalham a concentração e apreciam a paisagem ao mesmo tempo

Nas praias do Caribe e do Havaí, é costume praticar yoga em cima de pranchas de stand-up paddle (SUP). O contato com a natureza e o desafio de se equilibrar na instabilidade da água fazem da combinação, conhecida como SUPYoga, um desafio para quem gosta dos dois esportes. A ideia vem ganhando adeptos em Brasília e também em Minas Gerais e no Rio de Janeiro.
Na capital federal, a modalidade é oferecida no clube Katanka. O professor é Rafael Leal, especialista há uma década em Iyengar Yoga, ramo do esporte que foca em detalhes, precisão, alinhamento do corpo e controle da respiração.

Com a variedade de mais de 200 posições do yoga tradicional, Rafael decidiu ministrar aulas após um desafio lançado a ele. “Certo dia, estava praticando SUP no Lago Paranoá. Como já conhecia o SUPYoga, comecei a fazer movimentos na prancha. Lançaram, então, a ideia de eu dar aula no Lago, com as pranchas”, relata Leal. Segundo o especialista, a maior diferença do SUPYoga para as aulas de yoga que ministrou durante esses últimos anos é o “contato com a natureza”, e a beleza da paisagem brasiliense. “Dou uma hora de aula e depois o aluno tem meia hora para praticar o SUP livremente, apreciando o Lago”, completa.

Uma das adeptas do esporte é a educadora física Fernanda Menezes, 28 anos, que já frequentava aulas de yoga e tinha vontade de fazer SUP. Uniu as duas coisas de uma vez. “O fato de estar na água já dá outra percepção do corpo. É um desafio a mais, já que é preciso ter maior concentração para equilibrar o corpo no meio aquático”, observa.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES