Brasília-DF,
23/OUT/2018

Prática de pilates é boa opção para aumentar condicionamento físico dos idosos

Em Brasília, várias academias e estúdios oferecem esse serviço

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Lucas Lavoyer - Especial para o Correio Publicação:28/03/2014 06:16Atualização:27/03/2014 13:36
 O exercício ajuda na prevenção de osteoporose e osteotomia ( Zuleika de Souza/CB/D.A Press)
O exercício ajuda na prevenção de osteoporose e osteotomia

No amplo universo das atividades físicas, algumas delas têm sucesso com o público da terceira idade. Indicado por diversos benefícios, o pilates é um exemplo. O método da ginástica direcionado para obtenção de condicionamento físico e mental — famoso pelo uso de instrumentos simples, como bolas de plástico infláveis e camas elásticas — pode ser praticado em diversas academias ou em estúdios especializados. Muitos deles com turmas exclusivas para idosos.

Criado na década de 1920, o pilates explora a flexibilidade e a respiração em exercícios praticados em solo ou em aparelhos. A atividade não costuma queimar muitas calorias, mas ajuda a combater problemas ósseos e a adquirir uma postura correta. A prática frequente do pilates é indicada para idosos que apresentam desconforto muscular ou tenha a propensão para doenças ósseas. “O pilates gera ganho de massa óssea e é usado para prevenção e tratamento de osteoporose e osteotomia. Também ajuda na flexibilidade e no ganho de massa magra”, afirma a fisioterapeuta Roberta Cardoso.

Além da bola e do tapete acolchoado, aparelhos como reformer, cadillac, cadeira e barril costumam ser usados pelos adeptos do método da terceira idade. “A atividade é muito indicada para idosos por não ter impacto nas articulações”, comenta Roberta.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES