Brasília-DF,
19/JUN/2018

Peça Fonchito e a lua relata o primeiro amor platônico de um jovem

Com um roteiro leve e cheio de fantasia, a peça é indicada para todas as idades

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Mariana Vieira Publicação:28/03/2014 06:30
Elenco da peça veste roupas concebidas pelo estilista Ronaldo Fraga
 (Paula Kossatz /Divulgação)
Elenco da peça veste roupas concebidas pelo estilista Ronaldo Fraga

O ineditismo de vivenciar a paixão pela primeira vez e as dificuldades entre os amantes são temas muito abordados por dramaturgos. Eles voltam aos palcos na montagem brasileira para Fonchito e a lua, adaptação de texto de Mario Vargas Llosa assinada por Pedro Brício.

No caso de Fonchito (Pablo Sanábio), o obstáculo que o separa de Nereia (Thais Belchior) é a Lua. A menina só aceitará os carinhos de Fonchito se ele lhe trouxer a lua. Fonchito deve descobrir uma maneira de conseguir o que tanto deseja, numa metáfora lúdica e doce.

O espetáculo propõe uma experiência sensorial, por meio não apenas da narrativa, mas também da direção de arte de Ronaldo Fraga, da trilha sonora de Paulo Santos e da iluminação de Aurélio de Simoni. “O espectador terá um envolvimento total com a peça. Seja na cenografia, seja no próprio desenho da cena, o público estará no palco”, explica o diretor Daniel Herz.

Fonchito e a lua

Teatro do CCBB ( SCES Trecho 2, Conjunto 22 telefone; 3202-3277) Estreia neste sábado (29/3) e vai até 20 de abril, aos sábados e domingos, às 15h e às 17h. Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia entrada). Classificação indicativa: livre

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES