Brasília-DF,
21/SET/2018

Peça reconta a história de Brasília de forma original e inusitada

Dirigido por Adriana Lodi, "De carne, osso e concreto" está em cartaz no teatro Sesc Garagem até domingo (25)

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diego Ponce de Leon Publicação:25/04/2014 06:45
 A arquitetura da cidade serve como mote para o espetáculo (Milena Vasconcelos/Divulgação)
A arquitetura da cidade serve como mote para o espetáculo

As comemorações em torno do aniversário da cidade ainda não acabaram. De carne, osso e concreto, da diretora Adriana Lodi, coloca o teatro no rebuliço das celebrações. Com entrada gratuita, a peça remonta a história de Brasília de uma forma original e inusitada.

“O texto aborda momentos históricos a partir da monumentalidade da cidade. Desde o sonho de Dom Bosco, passando por candangos, ditadura, rock dos anos 1980, até os dias atuais”, explica Adriana, que encenou a peça, pela primeira vez, em 2007. “Aquela montagem foi feita com alunos do meu curso de formação do Espaço Renato Russo. Hoje, os mesmos alunos — já profissionais — retomam o enredo. A ideia partiu deles, inclusive”, contou.

O mote não se restringe somente a retomar os fatos relevantes da cidade, mas explicar de que maneira e sob quais aspectos a geração atual se formou. “Levantamos algumas questões e fazemos algumas provocações”, antecipa a diretora, que não esconde, no entanto, que o objetivo final “é fazer uma grande homenagem a Brasília, esse lugar maravilhoso onde adoramos morar”.

De carne, osso e concreto

Direção de Adriana Lodi. De hoje a domingo, às 19h. No Sesc Garagem (913 Sul). Entre 2 e 4 de maio, no Sesi, de Taguatinga. Sexta e sábado, às 21h, e domingo, às 20h. Não recomendado para menores de 14 anos. Entrada franca.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES