Brasília-DF,
26/SET/2018

Peça 'Abesonhar' explora universo dos sonhos entre duas crianças

A peça narra a história da amizade entre Gigito e Estrelinho, que é cego

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Paula Bittar, Especial para o Correio Publicação:23/05/2014 06:23
Texto de alunos da UnB foi aprovado pelo autor Mia Couto
 (Carlos Moura/CB/D.A Press)
Texto de alunos da UnB foi aprovado pelo autor Mia Couto

O espetáculo Abensonhar narra o encontro de sonhos. A imaginação toma forma para quem não consegue enxergar e para aquele que vê além. A pureza transporta os personagens para diferentes lugares, um convite que se estende ao público da peça. O processo de pesquisa e criação durou um ano e meio. A montagem é uma livre adaptação de contos do escritor Mia Couto e resultado do processo de diplomação do curso de artes cênicas da UnB.

Os livros Estórias abensonhas e O fio das missangas foram a base para criação da dramaturgia do espetáculo. A primeira apresentação aconteceu no Cometa Cenas – Mostra Semestral do curso. Sofreu algumas adaptações depois e, em abril, o coletivo de estudantes, professores e parceiros que idealizaram a peça se encontraram com o próprio Mia Couto, quando ele esteve na cidade. O escritor aprovou o texto e disse que se sentiu prestigiado.

A peça narra a história da amizade entre Gigito e Estrelinho, que é cego. Além de conduzir os passos do amigo, o guia cria um universo fantástico, no qual personagens e narrativas paralelas atravessam o caminho dos dois. Tudo muda quando a cruel Infelizmina passar a cuidar de Estrelinho.

“O espetáculo não tem uma única mensagem, até porque é aberto e permite várias leituras. É mais um conceito. Mostra o que os olhos de dentro podem enxergar. É uma ideia que movimenta a gente através de um mundo de possibilidades”, conta uma das diretoras, Alice Stefânia.

Abensonhar

Teatro Sesc Garagem (913 Sul). De Alice Stefânia e Rita de Almeida Castro. Hoje, às 20h30, e amanhã e domingo, às 18h e às 20h30. Entrada gratuita. Os ingressos serão liberados uma hora antes do espetáculo. Não indicado para menores de 12 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES