Brasília-DF,
20/JUN/2018

Cia. Os Melhores do Mundo brinca com o Mundial, o atraso na obra e o visual de Neymar

A peça é apresentada desde 2002 com visão irônica sobre tudo que envolve o universo futebolístico

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Publicação:20/06/2014 07:11Atualização:20/06/2014 13:09
Welder, Pipo, Siri e cia. prometem uma goleada de risos no Teatro dos Bancários
 (Rayssa Coe/Divulgação)
Welder, Pipo, Siri e cia. prometem uma goleada de risos no Teatro dos Bancários

Protestos violentos, atraso nas obras, denúncias de corrupção na Confederação Brasileira de Futebol e no Comitê Organizador Local… Para a sorte da companhia de comédia Os Melhores do Mundo, nenhum desses entraves impediu a realização do Mundial de futebol. Este fim de semana, os conhecidos humoristas candangos entram em campo com Os Melhores do Mundo Futebol Clube, no Teatro dos Bancários.

A peça é apresentada desde 2002 com visão irônica sobre tudo que envolve o universo futebolístico. No entanto, este ano, Os Melhores do Mundo Futebol Clube ganha contornos inéditos: a Copa do Mundo ocorre, também, nos gramados da capital. “Estamos ensaiadíssimos, bem-treinados, igual ao time da Holanda”, brinca o ator Jovane Nunes. Ele adianta: a cerimônia da abertura da Copa e o cabelo loiro do jogador Neymar não vão escapar das alfinetadas do grupo.

Perguntas para Jovane Nunes

O que muda na apresentação de Os Melhores do Mundo Futebol Clube por causa da Copa?
A peça é a mesma. A vantagem é que temos piadas de coisas que têm mais a ver com nosso dia a dia. A cada jogo, surge um acontecimento novo. É mais interessante porque estaremos falando da gente, da nossa cultura.

Até agora, o que mais rendeu boas piadas no Mundial?
A abertura da Copa foi uma piada pronta, tem muita coisa para se falar. O que era o rapper Pitbull — de quem nunca ouvi falar na vida — com aquela roupa horrorosa? Mas, no fim das contas, estou achando a Copa um evento e tanto! Só está tendo jogão. As manifestações, que eram o temor de muita gente, estão ocorrendo, mas não da maneira que todo mundo pensava. Ninguém morreu até agora (risos).

Mas muita gente se posicionou contra o torneio antes de ele começar…
O uso da hashtag #nãovaitercopa não era contra a Copa em si, mas contra os gastos excessivos, contra a organização, contra a má condição do transporte público… No entanto, de resto, a Copa do Mundo apresenta saldo positivo. Um exemplo foi a recepção calorosa de torcedores argentinos no Rio de Janeiro, deixando a rivalidade de lado e festejando juntos.

E quanto a seleção brasileira, acredita que a taça do mundo é nossa?
A seleção brasileira não está enfrentando jogos fáceis como se imaginava. O time tem que melhorar muito. O Brasil está dando espaço nas laterais… E outra, o Neymar está loiro! (risos) Isso mostra que ele está se preocupando com coisas bobas, como a coloração do cabelo, enquanto deveria estar jogando futebol. No primeiro jogo, Oscar dominou os gramados, e não o Neymar. A seleção tem que melhorar!
Vocês assistem aos jogos juntos?

Acompanho o mundial porque sou viciado. Estou assistindo a maioria dos jogos, mas porque sou apaixonado por futebol. Gosto de assistir sozinho, para me concentrar, analisar e fazer piada a partir daquilo.

Os Melhores do Mundo Futebol Clube


No Teatro dos Bancários 314/315 Sul (informações: 3262-9090). Sexta (20/6) e sábado (21), às 21h; e domingo (22), às 20h. Ingressos a R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia), à venda na bilheteria do Teatro dos Bancários. Assinantes do Correio têm 50% de desconto. Não recomendado para menores de 12 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES