Brasília-DF,
22/FEV/2018

Exposições de três artistas contemporâneos movimentam as galerias da CAL da UnB

Em forma de poesia, obras ficam expostas até 23 de agosto

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Elô Bittencourt - Especial para o Correio Publicação:25/07/2014 08:14
Textos recebidos por e-mails são escritos sobre papel de arroz em Carta cura corte
 (Galeria CAL/Divulgação)
Textos recebidos por e-mails são escritos sobre papel de arroz em Carta cura corte

A casa da cultura da América Latina da UnB recebe três exposições: Lugares da fotografia, Cartas poéticas: Cura corte e Rede de pedras. As mostras estão abertas ao público até 23 de agosto e trazem arte e poesia em forma de imagem, retrato e papel.
Lugares da fotografia apresenta uma videoinstalação em forma de bambu com o retrato da vida de mulheres do interior.

Em junho de 2011, a artista visual Lucimar Bello enviou 65 e-mails com trechos das cartas entre Lygia Clark e Hélio Oiticica para endereços virtuais que fazem parte da sua agenda. O resultado pode ser conferido em Carta cura corte. Ao receber 30 respostas, Lucimar escreveu um texto em grafite sobre papel de arroz japonês.

O tema ecologia, abordado de forma contemporânea, permeia Rede de pedras, de Ena Lautert. A artista transforma redes de dormir repletas de pedras de papel-machê produzidas a partir da reciclagem de lixo doméstico.

Lugares da fotografia, Carta cura corte e Rede de pedras

Casa da Cultura da América
Latina na UnB (SCS, Quadra 4, Edifício Anápolis, telefone: 3321-5811). Visitação até 23 de agosto, diariamente, das 9h às 19h. Entrada franca. Livre para todos os públicos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES