Brasília-DF,
18/FEV/2018

Paralamas do Sucesso apresentam show comemorativo dos 30 anos de carreira

Na próxima sexta-feira (8/8), a banda será a principal atração do Luau do Iate, na orla do Lago Paranoá

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Irlam Rocha Lima Publicação:01/08/2014 06:15
No repertório, estão reunidos clássicos acumulados ao longo de três décadas de trajetória (Mauricio Valladares/Diviugação)
No repertório, estão reunidos clássicos acumulados ao longo de três décadas de trajetória

Os Paralamas do Sucesso vêm a Brasília desde abril de 1985, três meses após fazerem um dos shows mais elogiados da primeira edição do Rock in Rio. Depois voltaram à capital incontáveis vezes, para apresentações nos mais diferentes locais — muitos na Esplanada dos Ministérios, em datas festivas.

Neste ano, Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone estão na estrada com o show comemorativo dos 30 anos de carreira, que gerou CD e DVD a serem lançados no começo da próxima semana. Na sexta-feira (dia 8), a banda será a principal atração do Luau do Iate, na orla do Lago Paranoá.

No repertório do concerto estão reunidos clássicos acumulados ao longo de três décadas de trajetória, como Alagados, A novidade, Cinema mudo, Cuide bem do seu amor, Ela disse adeus, Lourinha bombril, Meu erro, Óculos, Romance ideal, Uma brasileira e Vital e sua moto. Não recomendado para menores de 14 anos.

Eu recomendo

“Deixe-me só com o meu choro/ Deixe-me só com minha dor/ Pra mim nada serve de consolo/ Deixe-me só por favor…”, canta Thiago Pethit em Estrela decadente, canção-título do segundo CD desse dândi moderno, que traz ainda composições em inglês e francês. Este é, também, o nome do show que esse sofisticado intérprete paulistano fará em 9 e 10 próximos, no Teatro da Caixa. Não recomendado para menores de 12 anos.

Rápida temporada

Radicada no Rio de Janeiro, Gisa Pithan está ausente dos palcos brasilienses há bastante tempo. Em breve a cantora volta à cidade para uma rápida temporada. Ela faz show no Feitiço Mineiro (306 Norte), acompanhada por Pedro Braga, no próximo dia 14; pocket show no Sarau da Diversidade, no Espaço Cultural Alexandre Inecco (116 Norte), no dia seguinte; e show de voz e violão no Espaço Cultural Nosso Mar (115 Sul), no dia 23. Não recomendado para menores de 14 anos.

Para ostentar

Estrela reluzente da cena musical paraense, que conquistou o país após o lançamento do CD Treme, o do megassucesso Ex mai love, Gaby Amarantos volta a Brasília na sexta-feira da próxima semana. A cantora vem para show na boate Victoria Haus, no qual, certamente, não vai faltar o hit mais recente, Gaby ostentação. Não recomendado para menores de 18 anos.

Bossa negra

Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira lançam neste mês Bossa negra, o álbum que gravaram juntos, com músicas inéditas e autorais, como Bicho da terra, Brasil de hoje e Mais um dia, além das releituras de Samba de arerê (Arlindo Cruz e Xande de Pilares) e Desde que o samba é samba (Caetano Veloso). Domingo último, os dois deram uma palhinha desse trabalho em show na área externa do Museu da República, pelo Festival Latinidades.

Cabaré nostálgico

O Universal Diner transforma-se num club na próxima quinta-feira, ao promover a terceira edição do Jazztival, comandado pela banda da The Black Cat Jazz Band, do Nostalgique Cabaret. No show, dirigido por Giovane Aguiar, o grupo passeia por canções imortalizadas por Cole Porter, George Gershin, Etta James e Nina Simone e por bandas como Cherry Poppin Daddy e Le Negresses Vertes. Não recomendado para menores de 18 anos.

Sotaque nordestino

O Monobloco se tornou conhecido pelos shows com caraterísticas carnavalescas. Mas o grupo carioca também tem no repertório muitas canções com sotaque nordestino. Isso é que Pedro Luís e seus companheiros vão mostrar quarta-feira da próxima semana, na abertura do Maior São João do Cerrado — a festa junina fora de época — que volta a ocupar o Ceilambódromo. Classificação indicativa livre.

Rock autoral

As bandas Da Silva e Suíte Super Luxo apresentam composições autorais em show amanhã, às 22h, no Elefante Centro Cultural (706 Norte). O local abriga, desde julho, a exposição Ocupação, com trabalhos de artistas plásticos locais como Bia Medeiros, Polyanna Morgana e Eduardo Belga. Não recomendado para menores de 18 anos.

Violão clássico


Leyenda, cínco séculos de violão clássico é o nome do concerto que o violonista Danilo Fróes apresenta amanhã, às 19h, no Espaço Cultural Instituto Cervantes (707/907 Sul). Do programa fazem parte peças do espanhol Francisco Tarrega, do paraguaio Agustin Barrios e do brasileiro Heitor Villa-Lobos. Classificação indicativa livre.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES