Brasília-DF,
20/JUL/2018

Vilma Bittencourt e Henriquetta Mattos protagonizam espetáculo

Com direção de Gê Martu, a peça "Insights - Vozes de almas femininas" estreia na próxima segunda-feira (11/8)

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:08/08/2014 07:40
Cantora lírica Vilma Bittencourt (Anderson Corcino/Divulgação)
Cantora lírica Vilma Bittencourt
SEGUNDA

Identidades femininas


Teatro e ópera se unem na história de duas mulheres que, ao perceber que estão trancadas em um lugar desconhecido, dão início a uma jornada em busca das verdadeiras identidades. Henriquetta Mattos e Vilma Bittencourt protagonizam o espetáculo Insights — Vozes de almas femininas. Com direção de Gê Martu, a peça estreia na próxima segunda no Teatro Sesc Newton Rossi (QNN 27, Lt. B Ceilândia Norte), às 20h. Com entrada franca, a peça fica em cartaz até quarta-feira. Classificação indicativa livre.

TERÇA

Música carioca


A cantora e pianista Maíra Freitas se apresenta na terça-feira na Caixa Cultural (SBS, Q. 4; 3206-9448). April child, Monsieur Binot e Alô? estão no repertório, que, além de músicas autorais, conta com sucessos de Chico Buarque e de Moacir Santos. A cantora carioca, filha de Martinho da Vila, faz show pelo projeto Samba de bamba, às 20h. Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10 (meia). Não recomendado para menores de 12 anos.

Alemanha em filmes

Os carrascos também morrem é uma das atrações na mostra de cinema Retrospectiva Fritz Lang — o horror está no horizonte. O longa, de 1943, é ambientado na ex-Tchecoslováquia, durante a ocupação nazista. Ao saber da morte do líder da Gestapo, a polícia secreta organiza uma busca para achar o assassino. O filme será exibido no Cine Brasília (106/107 Sul; 3244-1660), às 17h30, seguido pela exibição de O testamento do Dr. Mabuse (foto), às 20h. Os ingressos custam R$ 6. Informações no site bb.com.br/cultura. Não recomendado para menores de 12 anos.

QUARTA

Último dia


Com curadoria de Júlio Martins, a exposição Pela superfície das páginas traz obras de artistas brasileiros que exploram, física e poeticamente, as páginas de livros (foto). Usados como plataformas para várias produções, as publicações ultrapassam o conceito original e se revelam como peças de arte. A mostra fica aberta até quarta-feira, das 14h às 18h, no Espaço Cultural Marcantonio Vilaça (Tribunal de Contas da União, SAFS, Q. 4, Lt. 1; 3316-5036).

QUINTA

Bolívia há um século


Quinta-feira é o último dia para ver as fotografias produzidas pelo Estúdio Cordero, na Galeria de Arte do 10º Andar (Anexo IV, Câmara dos Deputados, Praça dos Três Poderes; 3215-5539). Em suas 70 imagens, a mostra Archivo Cordero representa a sociedade e o cotidiano boliviano durante a primeira metade do século 20. Com curadoria de Miguel López-Pelegrin, a exposição pode ser visitada das 9h às 17h.

Cinema brasileiro

O longa Uma dose violenta de qualquer coisa (foto) está em cartaz no Cine Brasília (106/107 Sul; 3244-1660). Na quinta-feira, o filme, que se passa parcialmente na redação do Correio (foto), será exibido em duas sessões, às 17h e às 21h. Dirigido por Gustavo Galvão, a fita, de 2013, conta a história de dois homens com pouco mais de 30 anos que fogem de casa só com a roupa do corpo e, depois de se conhecerem em uma lanchonete de beira de estrada, iniciam uma viagem pelo interior do Brasil. Os ingressos custam R$ 12 e R$ 6 (meia). Não recomendado para menores de 16 anos.
Tags: celular

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES