Brasília-DF,
23/FEV/2018

Softbol brasiliense reúne times todo fim de semana no clube Nipo

O esporte é americano, mas que agrada a brasileiros de diferentes idades

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Elô Bittencourt - Especial para o Correio Publicação:29/08/2014 06:15
No softbol,o arremesso é mais baixo do que no beisebol
 (Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
No softbol,o arremesso é mais baixo do que no beisebol
Semelhante ao beisebol, só que com campo menor e bola maior, o softbol teve origem em 1887 nos Estados Unidos e, desde a década de 1970, é praticado por brasileiros de todas as idades. Outras diferenças estão na velocidade do jogo, menor no softbol, e no arremesso, que é mais baixo.

Em Brasília não é diferente. Os times Lobos do cerrado e Nipo — com nove jogadores cada um — se reúnem semanalmente para jogar. Com sede no Riacho Fundo, o Nikei também participa esporadicamente dos encontros e disputa nesta semana de um torneio nacional, em Londrina (PR).

Diretor dos times do clube Nipo, onde são disputadas as partidas, Leonardo Kenzo conta que a ideia do softbol veio do baeisebol. “Começamos a praticar o esporte devido à quantidade de participantes que queriam jogar no clube. Conseguimos abranger várias idades, tendo categorias de 15 a 70 anos”, afirma Kenzo.

Embora seja mais praticado por homens em Brasília, o softbol é um esporte reconhecido pelos times femininos. Andrea Saguino é farmacêutica e pratica o esporte há dois anos. “Eu gosto de jogar. Temos dois times femininos e, às vezes, quando não há mulheres suficiente, nós nos juntamos aos meninos e jogamos”, diz.

Onde jogar

Clube Nipo

(Setor de Clubes Sul, trecho 1, Lote 1; telefone
3443-3216). Sábado e domingo, às 14h.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES