Brasília-DF,
15/OUT/2018

Projeto Dia de Zumbi celebra o dia da Cosnciência Negra com show

Desta sexta-feira (5/9) a domingo(7/9), a programação no Teatro da Caixa Cultural reúne apresentação de Lucio Sanfilippo, Feijão Coletivo e Maracutaia

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Maíra de Deus Brito Publicação:05/09/2014 06:08
O grupo carioca Feijão Coletivo é a atração de sábado do projeto Dia de Zumbi, na Caixa Cultural (Projeto Dia de Zumbi/Divulgação)
O grupo carioca Feijão Coletivo é a atração de sábado do projeto Dia de Zumbi, na Caixa Cultural

O cantor e compositor Lucio Sanfilippo é a atração desta sexta-feira (5/9) do projeto Dia de Zumbi. Às 20h, no Teatro da Caixa Cultural, o artista carioca mostra ao público brasiliense o show A flor do velho engenho, com músicas do disco homônimo e do CD Canções de amor ao Leo. O repertório — com composições próprias e de Noel Rosa e Cartola — dialoga com ritmos do Norte e do Nordeste.

Sábado, o som é com o grupo Feijão Coletivo. Criada em 2011, a banda de Santa Teresa (RJ) passeia pelo afoxé, afrobeat e samba a partir de músicas de Fela Kuti e de Tim Maia, e da produção autoral, que inclui as composições UPP cidadão, Audaz e Professor. A série de shows chega ao fim no domingo, com maracatu do grupo Maracutaia (RJ).

Idealizado pelo coletivo carioca Etnohaus, o Dia de Zumbi surgiu com o intuito de celebrar o dia Nacional da Consciência Negra (20 de novembro) e pretende, em todas as atividades da programação, propor para o público a reflexão “O que é (ter) consciência negra?”.

O projeto conta ainda com a projeção multimídia Rio-Luanda e com a performance O sagrado que há em mim, no Jardim das Esculturas da Caixa Cultural. Em cena, Fabíola Oliveira.



Dia de Zumbi

Nesta sexta-feira (5/9), às 20h, show com Lucio Sanfilippo; sábado (6/9), às 20h, com Feijão Coletivo; e domingo com Maracutaia, no Teatro da Caixa Cultural (SBS, Q. 4). Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia). Informações: 3206-9448. Não recomendado para menores de 12 anos. No Jardim das Esculturas da Caixa: até domingo, das 18h30 às 21h30, projeção multimídia Rio-Luanda. Domingo, às 18h30, performance O sagrado que há em mim. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES