Brasília-DF,
16/JUL/2018

Ator Emanuel Aragão faz intervenção artística com texto de Samuel Beckett

A apresentação faz parte do projeto criado pelos os Irmãos Guimarães, "Sozinhos Juntos"

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diego Ponce de Leon Publicação:12/09/2014 06:40Atualização:11/09/2014 13:49
Formado em filosofia pela UnB, Emanuel Aragão leva seus conhecimentos para o palco (Renato Mangolim/Divulgação)
Formado em filosofia pela UnB, Emanuel Aragão leva seus conhecimentos para o palco

Uma performance impensável. O ator Emanuel Aragão deverá ocupar o palco do Sesc Garagem (913 Sul) por 12 horas ininterruptas. Com início previsto para as 12h, a intervenção deve se prolongar até as 24h. O artista realizará a leitura de O inominável, de Samuel Beckett. A obra fecha trilogia do dramaturgo irlandês formada por Molloy e Malone morre.

A apresentação integra o projeto Sozinhos Juntos, dos Irmãos Guimarães. Desde agosto, uma série de palestras e oficinas sobre Beckett ocupa espaços da cidade. Entre os destaques da programação, além da participação de Emanuel, a atriz Liliane Rovaris fará leituras de textos do escritor, na próxima segunda.

No fim de setembro, Diego Bresani aparece com uma oficina que estreita as relações entre o universo beckettiano e a fotografia, e a peça Sopro traz os enredos de Atos sem palavras I e Passos.

De 99 a 1

Com Emanuel Aragão. No Sesc Garagem (913 Sul). Domingo, das 12h às 24h. Entrada franca. O ingresso deve ser retirado duas horas antes do início da performance, mediante a entrega de 2kg de alimentos não perecíveis, exceto sal. Não recomendado para menores de 14 anos.

Dobradinha irlandesa

Rodrigo Fisher passeia entre o clown e a tecnologia em Misanthrofreak (Diana Diniz/Divulgação)
Rodrigo Fisher passeia entre o clown e a tecnologia em Misanthrofreak

Brasília terá um fim de semana dedicado ao irlandês Samuel Beckett. Além da performance De 99 a 1, o diretor e ator Rodrigo Fischer recorre ao Nobel de Literatura para dar vida à Misanthrofreak, que ocupa o Sesc Taguatinga.

A principal diferença entre as abordagens passa pela concepção. Enquanto De 99 a 1 oferece uma leitura dramática do texto em si, Misanthrofreak utiliza a obra de Beckett como inspiração. Fischer passeia entre o clown e a tecnologia para montar uma narrativa que versa sobre o fracassoe a dificuldade de tomar decisões.

Misanthrofreak

Concebido e dirigido por Rodrigo Fischer. No Teatro Paulo Autran (Sesc Taguatinga). Sábado, às 20h. Entrada franca. Não recomendado para menores de 12 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES