Brasília-DF,
20/OUT/2018

Mostra no CCBB apresenta o lado íntimo da atriz Marlene Dietrich

A exibição dos 25 filmes estrelados pela artista alemã inicia nesta quarta-feira e segue até 20 de outubro

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Yale Gontijo Publicação:01/10/2014 08:40
O público poderá acompanhar documentários para conhecer mais a história de Marlene (1zoom.net/Celebrities)
O público poderá acompanhar documentários para conhecer mais a história de Marlene

Quantas Marlenes existiram em Marlene Dietrich? Uma mostra de 25 filmes estrelados pela cantora e atriz alemã estará em cartaz a partir desta quarta-feira (1º/10) até 20 de outubro. Com sorte, os cinéfilos que irão ao cinema do Centro Cultural Banco do Brasil poderão conhecer em detalhes a extensa carreira da diva. A imagem de Dietrich (longos cabelos loiros e um olhar profundo) é o que costumamos chamar de ícone do cinema. Mas ela foi mais do que um símbolo de elegância e sofisticação. Dietrich foi transgressora em muitos sentidos.

“Essa imagem transgressora funde-se com a imagem pessoal dos personagens dela. É uma coisa que o público, em geral, tem dificuldade em separar”, acredita o curador Fábio Savino, que trabalhou em parceria com Arndt Roskens para executar o trabalho de seleção.

A aproximação de Marlene com as plateias contemporâneas também será facilitada pela exibição de dois documentários que apresentam o lado íntimo da estrela. Um deles foi realizado pelo neto da atriz David Riva. “Marlene Dietrich: sua própria canção apresenta boa parte do acervo pessoal da atriz, captado em super8. Principalmente, o período em Paris, quando Marlene ficou reclusa e quase não se deixava filmar e fotografar”, adianta Savino.

Destaques

O anjo azul
(Der blaue Engel, 1930, 99min). De Josef von Stenberg. Não recomendado para menores de 12 anos. A dançarina e cantora Lola vira objeto de desejo de um professor recatado. A metáfora sexual na canção é impagável: “Nunca um homem tocou meu piano/ E quem tentou ficou sem os dedos”, entona a alegre vedete. Dia 03/10, sexta-feira, às 21h (versão em inglês). Dia 20/10, às 21h, (versão alemã).

Marrocos
(Moroccos, 1930, 91min). De De Josef von Stenberg. Classificação indicativa livre. Filme emblemático na carreira de Dietrich. Nele, a cantora de cabaré Amy Jolly executa um número musical, desce do palco e beija outra mulher na boca. Hoje, às 21h. Dia 04/10, sábado, às 19h.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES