Brasília-DF,
18/DEZ/2018

Músico Milton Guedes se apresenta em Brasília com a turnê 3naMix

Ele tem a companhia de Felipe Melânio (violão e guitarra), Viny Melanio (contrabaixo) e Heitor Lima (bateria)

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Irlam Rocha Lima Publicação:05/12/2014 06:20Atualização:04/12/2014 12:07
Músico Milton Guedes (Priscila Tessarini/Divulgação)
Músico Milton Guedes
Milton Guedes sempre foi pop. Isso ficou bem claro desde o início da carreira aqui na cidade, como integrante da banda Pôr do Sol, na primeira metade da década de 1980. Logo depois, já no Rio de Janeiro, inicialmente fez parte da trupe de Oswaldo Montenegro e, em seguida, passou a tocar na banda de Lulu Santos.

Ao longo da carreira, o multi-instrumentista, cantor e compositor brasiliense acompanhou Roberto Carlos, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Rita Lee, Zélia Dunan e Sandy & Júnior, em show e no estúdio, mas sempre desenvolveu projetos individuais — lançou quatro discos e criou trilhas para o cinema e para a tevê.

De volta à capital, Milton se apresenta neste sábado (6/12), às 21h, no Espaço Cultural do Choro (Eixo Monumental), com o show que dá sequência à turnê 3naMix. Ele tem a companhia de Felipe Melânio (violão e guitarra), Viny Melanio (contrabaixo) e Heitor Lima (bateria). Não recomendado para menores de 14 anos.

Eu recomendo
Amigos de infância e confidentes instrumentais desde sempre, o violonista Yamandu Costa e o baixolonista Guto Wirti voltam a se encontrar no show que fazem no próximo dia 13, às 19h30 e às 21h30, no Teatro Brasília (Hotel Royal Tulip Alvorada). Eles vão tocar temas registrados em álbum homônimo, que tem como inspiração os bailes do sul do país — origem dos dois músicos.

Papai Noel
Bons velhinhos é como vai se chamar a festa que o programa Cult 22 (Cultura FM), antecipando o Natal, promove no dia 13, no Velvet Pub (102 Norte). Os DJs Noel Abelardo Mendes, Marcos Pinheiro, Ed, Zeca e Bode Velho são responsáveis pela trilha sonora, com muito rock na cabeça dos baladeiros. Não recomendado para menores de 18 anos.

Tempo quente
A chegada do verão na capital será saudada com o Brasília Summer Reggae, festival que ocupa o pavilhão de eventos do Parque da Cidade, na sexta-feira da próxima semana. O público poderá curtir os shows de duas bandas consagradas nacional e internacionalmente: a carioca O Rappa e a norte-americana Soja. Não recomendado para menores de 18 anos.

De Madureira
Serjão Loroza é a atração da festa Saideira Bar em Bar, na quinta-feira próxima, no Outro Calf. O evento começa às 20h e, antes do cantor e compositor carioca, se apresentam as bandas brasilienses Camafeu, Carnavália e Surf Sessions. Não recomendado para menores de 18 anos.

Bardo mineiro
Zé Geraldo volta à cidade para show nestas quarta e quinta-feira, no Teatro da Caixa. Os fãs do cantor e compositor mineiro vão ouvi-lo interpretar clássicos de sua obra como Cidadão, Dando milho aos pombos, Rio doce, Senhorita  e a versão em português de Mr. Tambourine man, de Bob Dylan. Não recomendado para menores de 12 anos.

Balada iatista
Sports Night Fest é o nome da balada que o Iate Clube promove amanhã, a partir das 22h, na academia de ginástica, sob o comando do DJ Flavinho Fatboy. Já no dia 13, rola na sede social a Aragons blackout day, no embalo de house music, funk e trap music, com os DJs Joe Kinni, Dudu Moreira, Hugo Drop, Hans Gerd, Quazar e Kacá se revezando nas picapes. Não recomendado para menores de 18 anos.

Canção azul
Tito Marcelo, cantor e compositor pernambucano, participa hoje da 11ª edição do Prêmio de Música Tom Jobim, do Sesc, no Teatro Garagem, com Luz azul.  A canção está registrada no álbum Pra ficar no sol, lançado recentemente no Clube do Choro. Classificação indicativa livre.

Cores diversas
Banda que passeia por blues, rock, tropicalismo e ritmos regionais, a Cores Raras lança disco de estreia na quarta-feira da próxima semana, com show no O’Rilley (409 Sul). O grupo, formado por Ana Luna (vocais), Antonio de Luna (violão e piano), Marcos Rangel (guitarra), Marcelo Pereira (baixo) e João Paulo Gravina (bateria), além composições autorais, toca versões de Raul Seixas, Beatles e Rolling Stones. Não recomendado para menores de 18 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES