Brasília-DF,
15/JUL/2018

Peça Frangx Fritx debate sobre a identidade de gênero com ironia e humor

A Cia.víÇeras depoimentos de transgêneros e crossdressers e fez pesquisa em livros, filmes e documentários para montar a peça

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:05/12/2014 06:45
Personagens da tragicomédia carregam inquietações (Bernardo Côrtes/Divulgação)
Personagens da tragicomédia carregam inquietações

O espetáculo Frangx Fritx, da Cia. víÇeras, propõe uma investigação da identidade de gênero com humor, ironia e absurdo em uma performance denonimada como “tragicômica”. Idealizado por Jessica Cardoso, com direção de Pedro Mesquita e quatro atores no elenco (Daniela Diniz, Marcia Regina, Ramon Lima e Roberto Dagô), a peça apresenta perspectivas pessoais do tema.

Para criar a história, a companhia teatral colheu depoimentos de transgêneros e crossdressers e fez pesquisa em livros, filmes e documentários.

“Cada ator dá vida a uma variedade de personagens que carregam inquietações. Eles exploram um percurso de imagens, música e sensações de estar em outra pele”, explica o ator Roberto Dagô.

Frangx Fritx

Teatro Plínio Marcos, no Complexo Funarte (Eixo Monumental; 3322-2976). Sexta e sábado, às 21h; domingo, às 20h. Ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Ciclistas têm desconto no valor da entrada. Os dez primeiros não pagam e os demais, pagam R$ 5. Não recomendado para menores de 14 anos.


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES