Brasília-DF,
18/JUL/2018

Projeto Cerrado Virtual debate sobre racismo e a preservação ambiental

O rapper MV Bill, conhecido por ser bastante engajado no tema, fará apresentação com base em seu repertório clássico

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:12/12/2014 06:09Atualização:12/12/2014 14:14
A banda brasiliense Maskavo será responsável por trazer a questão ambiental para o projeto (Tratore/Divulgação)
A banda brasiliense Maskavo será responsável por trazer a questão ambiental para o projeto

Criado há 11 anos, o projeto Cerrado Virtual passou por uma reformulação nos últimos quatro anos. Gratuito e com foco social, o evento traz, além de atrações musicais, um debate sobre questões atuais. Desta vez, a edição, marcada para domingo às 17h, no Minas Brasília Tênis Clube (SCEN), terá como foco o racismo e a preservação ambiental. “O evento engloba várias causas. Por exemplo, tem a educação ambiental. Toda a divulgação é feita na internet, sem panfletos. Discutiremos racismo, acessibilidade e arrecadaremos alimentos para doarmos a entidades carentes”, explica Bruno Marra, diretor e coordenador do projeto.

As atrações musicais também estão ligadas à temática. O rapper MV Bill, conhecido por ser bastante engajado no tema, fará apresentação com base em seu repertório clássico, com músicas como Estilo vagabundo, Soldado do morro e Traficando informação. Além disso, o artista fará uma palestra no evento.



A banda brasiliense Maskavo será responsável por trazer a questão ambiental para a pauta do Cerrado Virtual. Os donos do hit Um anjo do céu são famosos por atitudes sustentáveis. “Eles têm esse lado da preservação muito forte. Eles também sempre apoiaram o projeto, então, fizemos questão de chamá-los”, afirma Marra.

Outros dois grupos locais completam a line-up. As bandas Jah Live e Homem de Pedra. A primeira costuma abordar temas da atualidade nas letras das músicas, como em Se curvar jamais e Mundo perdido. “Todas as convidadas têm conteúdo musical e falam sobre problemas sociais e atuais em suas canções”, completa o produtor. A entrada é franca, mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Não recomendado para menores de 16 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES