Brasília-DF,
15/AGO/2018

Peças de museus da cidade ganham exposição com curadoria de Wagner Barja

A mostra Acervos em movimento III reúne obras do Museu de Arte de Brasília (MAB) e Museu Nacional de Brasília (MuN)

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Publicação:06/02/2015 08:00
Obra de Nazareno Rodrigues Alves é um dos destaques da mostra Acervos em movimento III (Museu Nacional/Divulgação)
Obra de Nazareno Rodrigues Alves é um dos destaques da mostra Acervos em movimento III

A restauração do Museu de Arte de Brasília (MAB), fechado desde 2007, teve início em setembro do ano passado. Enquanto isso o público pode conferir parte das duas mil obras do acervo do museu na mostra Acervos em movimento III, que engloba ainda títulos do Museu Nacional de Brasília (MuN).

A curadoria é de Wagner Barja, diretor do MuN e responsável pela seleção das 53 peças que compõem a exposição. “Nessa abordagem, o conceito é trabalhar com um recorte do qe foi adquirido como premiação e doação pelos dois museus”, explica.

Um dos destaques é a escultura Para mim só sobrou o berço de prata (2001), do artista paulistano Nazareno Rodrigues Alves, formado em artes visuais pela Universidade de Brasília (UnB). “É uma obra premiada e de um artista egresso da UnB. É um orgulho dar essa visibilidade a ele”, completa o curador.

Acervos em movimento III
No Museu Nacional Honestino Guimarães (Conjunto Cultural da República; informações 3325-5220 ou 3325-6234). Até 5 de abril. De terça a domingo, das 9h às 18h30. Entrada franca.



Tags: celular

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES