Brasília-DF,
20/JUL/2018

Branco sai, preto fica será exibido nesta segunda-feira no Cine Brasília

Confira a programação da agenda da semana

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:03/04/2015 07:43
 (Leonardo Feliciano/Divulgação)

Segunda


Cinema nacional e internacional
Retornando à programação, o Cine Brasília (106/107 Sul) exibe até o dia 8 de abril os documentários nacionais Branco sai, preto fica, às 15h, dirigido por Adirley Queirós, e Para Sempre teu, Caio F, às 17h, de Candé Salles. A comédia dramática norueguesa Happy Happy tem sessão dupla, às 19h e às 21h. Ingressos: R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia). Mais informações: (61) 3244-1660.

Debate da arte

Gosta de história da arte e de pintura barroca? O Espaço Cultural Instituto Cervantes (707/907 Sul) oferece o curso Humanidades: A arte de Velázquez, o pintor dos pintores durante o mês de abril. O professor Eduardo Carreira apresentará os temas O que chamamos de barroco?, a pintura espanhola no século 17, a vida e a carreira artística de Velázquez e análise e comentário das principais obras do artista em quatro aulas. As aulas serão ministradas das 19h às 21h, às segundas-feiras. Valor da inscrição: R$ 160. Informações: 3242-0603.

Terça


Rembrandt e vida religiosa
O Museu Correios (SCS quadra 4, bloco A, 256, ed. Apolo – Asa Sul) recebe a exposição Rembrandt e a figura bíblica, dedicada à vida e à carreira do pintor holandês. Ao todo, são expostas 78 gravuras, sendo 52 dedicadas a temas religiosos do Velho e do Novo Testamento. A exposição segue aberta até 7 de junho, de terça a sexta, das 10h às 19h. Sábados e domingos, das 12h às 18h. Entrada gratuita.

O terror da guerra
Após viajar pelo mundo, desembarca em Brasília, no Museu Nacional (Setor Cultural Sul, lote 2 – Zona 0 – Anexo), a exposição As meninas do quarto 28. A mostra é inspirada no livro homônimo, que apresenta desenhos feitos por 50 crianças judias que passaram pelo Quarto 28, no campo de concentração durante a Segunda Guerra Mundial. A visitação pode ser feita até 26 de abril, de terça a domingo, das 9h às 18h30. Entrada Franca. Classificação indicativa livre.

Quarta

Xô, preconceito!

Em comemoração ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, um grupo de mães da capital se uniu contra o preconceito para promover a diversidade. Assim nasceu a exposição Anjos azuis — Um olhar ao desconhecido, dando nova perspectiva sobre crianças autistas pelo olhar do fotógrafo Kazuo Okubo. A mostra fica no ParkShopping até 13 de abril. Entrada franca.

Tradição na telona

O Teatro Brasília Shopping (SCN Qd 05 BL. A) valoriza as produções cinematográficas brasileiras com o projeto Mostra de Curtas, que traz obras nacionais variadas a cada quarta-feira de abril, às 20h. Na programação desta semana: A culpa, Aceito, Eixos paralelos e Querido capricórnio (foto). Entrada franca. Mais informações: (61) 2109-2122.

Quinta

Samba noir

Formado por Katia B, Luís Filipe de Lima, Marcos Suzano e Guilherme Gê, o grupo Coletivo Samba Noir lança o primeiro disco no CCBB na próxima quinta-feira. O álbum se chama Samba noir (Sambatown) e terá, no repertório, clássicos da dor de cotovelo nacional. Volta (Lupcínio Rodrigues), Risque (Ary Barroso) e Pra que mentir? (Noel Rosa) não ficam de fora. A estreia será quinta-feira, às 21h, no teatro do CCBB. Ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

Violonista de destaque

 O grande violonista Sebastião Tapajós é o convidado de quinta no projeto Para sempre Dominguinhos, do Clube do Choro. O show será às 21h e terá no roteiro músicas tanto de Dominguinhos como de Tapajós, casos de A rabeca de Luzia e A flauta, parceria com Billy Blanco. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Informações: 3224-0599.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES