Brasília-DF,
14/DEZ/2018

Peça Um jantar com Hitchcock traz caso que deu origem ao filme Festim diabólico

O espetáculo, de Alexandre Ribondi, estreia nesta sexta-feira no Teatro Goldoni

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Anna Beatriz Lisbôa - Especial para o Correio Publicação:10/04/2015 07:29
Clima noir dá o tom da cena em Um jantar com Hitchcock (Sartoryi/Divulgação)
Clima noir dá o tom da cena em Um jantar com Hitchcock

Dez pessoas se reúnem para um jantar. Duas delas cometeram um assassinato gratuito, apenas para provar que podiam fazê-lo. O suspense permeia o espetáculo Um jantar com Hitchcock, de Alexandre Ribondi, que inicia temporada hoje, no Teatro Goldoni.

A inspiração para a peça é a história real de dois jovens americanos de classe alta que, decididos a cometer o crime perfeito, escolheram uma pessoa ao acaso e a assassinaram. O caso chocou os Estados Unidos nos anos 1920 e foi adaptado várias vezes para o teatro e para o cinema.

A versão mais célebre é o filme Festim diabólico (1948), de Alfred Hitchcock, com James Stewart no elenco. A produtora Elisa Mattos explica que o clássico do diretor inglês inspirou o tom da montagem. “É uma grande mistura, já que o próprio filme é baseado em uma peça. O Hitchcock tem uma linguagem muito própria do suspense e do macabro e o Ribondi resgata o olhar dele sobre a história.”

A peça teve origem em uma oficina organizada por Ribondi e passou curta temporada de estreia em novembro do ano passado. Para Elisa, a trama dialoga com o atual momento brasileiro.

“Existe um apelo social na história justamente porque são jovens de classe média que, sem motivo algum, escolhem uma pessoa inferior a eles para cometer o crime perfeito. É isso o que a gente vive indiretamente. Vemos uma classe que sempre é privilegiada, que acaba sendo considerada superior e tem o melhor da sociedade, enquanto temos uma outra classe que só recebe o resto”, completa Elisa.

Nas telonas

Lançado em 1948 e dirigido por Alfred Hitchcock, Festim diabólico tem no elenco John Dall, Farley Granger e Dick Hogan. Na trama, Brandon e Philip matam um colega de escola apenas para saber como era a sensação de tirar a vida de alguém. A vítima, David, nunca havia feito nada contra os assassinos. Para provar a si mesmos que estavam à frente de um crime perfeito, Bradon e Philip convidam amigos e familiares para uma festa em seu apartamento. Em cima da mesa onde estão dispostos os comes e bebes do festim está um baú contendo o corpo de David. Uma curiosidade é que o longa é o primeiro em cores de Hitchcock.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES