Brasília-DF,
22/OUT/2018

Mostra de Teatro Independente presentar as montagens do Grupo NADA de Teatro

Os diretores Artur Corassa e Mariah Gama trazem a temática do feminino

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:10/04/2015 07:33

Cartaz de sábado, Bruta flor aborda a opressão sofrida pelas mulheres
 (MOTIN/Divulgação)
Cartaz de sábado, Bruta flor aborda a opressão sofrida pelas mulheres

Buscando preencher as lacunas de festivais estudantis de teatro na cidade, a Mostra de Teatro Independente (Motin) apresenta ao público brasiliense cinco peças do grupo NADA, formado por meio da companhia teatral estudantil que existia no Colégio Militar de Brasília.

A casa de Bernarda Alba dá início à programação. Situada na casa da matriarca Bernarda Alba, no interior da Espanha, a adaptação da obra de Federico García Lorca aborda temas como luto, tradições e solidão.

Os diretores Artur Corassa e Mariah Gama trazem a temática do feminino. Numa seqüência de esquetes, o espetáculo Bruta flor reflete sobre algumas opressões sofrida pelas mulheres.

Com direção de Emanuel Lavor, Raskapuska sobe ao palco no domingo, às 20h, trazendo sete crianças curiosas que são atraídas pelos mistérios da noite e se deparam com um ponto de vista grotesco com o qual elas não sabem lidar.

Motin: mostra de teatro independente

Sala Loyola (Centro Cultural de Brasília, 601 Norte, Módulo B)
Hoje, às 21h, A casa de Bernarda Alba. Direção: Adilson Dias. Com Ana Paula Roniak, Andrea Oliveira e Beatriz Rossa. Uma casa de um pequeno povoado da Espanha é palco de diversos conflitos e tensões, principalmente após a morte do segundo marido da matriarca Bernarda. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia). Informações: 8143-3314 e 9265-5033. Não recomendado para menores de 12 anos.

Amanhã, às 21h, Bruta Flor. Direção: Artur Corassa e Mariah Gama. Com Daniela Oliveira, Maria Eduarda Gibson e Renata Dias. O espetáculo apresenta esquetes que mostram opressões sofridas por mulheres. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia). Informações: 8143-3314 e 9265-5033. Não recomendado para menores de 12 anos.

Domingo, às 21h, Raskapuska. Direção: Emanuel Lavor. Com Andrea Oliveira, Antônio Júniro e Bruna Bastos. Sete crianças andam pela noite e acabam envolvidas em uma atmosfera mística que revela um lado grotesco difícil de lidar. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia). Informações: 8143-3314 e 9265-5033. Não recomendado para menores de 12 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES