Brasília-DF,
20/JUN/2018

Silvia Pfeifer interpreta Maria Callas em espetáculo no Teatro Unip

O espetáculo Callas traz roteiro temperamental e prepotente

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Publicação:17/04/2015 07:40
A experiência fez Silvia Pfeifer ficar mais à vontade no palco como Callas (Renata Dillon/Divulgação)
A experiência fez Silvia Pfeifer ficar mais à vontade no palco como Callas

Temperamental e prepotente. Frágil e com nítidas carências emocionais. A dualidade das características de Maria Callas demonstra por que a mais importante cantora lírica do século 20 exerce tamanho fascínio no público, passados 38 anos de sua morte.

A atriz Silvia Pfeifer volta a Brasília com o espetáculo Callas, em que revive a intérprete de personalidade forte e que angariou fãs para além dos admiradores de óperas.

O espetáculo promove uma reencontro simbólico entre Callas e Marília Pêra, responsável pela direção, e que tem antiga admiração pela cantora.

Em 1996, Pêra a interpretou no  musical Master Class, de Terence McNally. “Marília se doou muito e foi essencial para a composição do papel”, recorda-se Silvia Pfeifer.

A peça estreou no começo no ano passado e veio a Brasília em agosto. Mas a atriz adianta que retorna diferente: “Com os meses e a prática, consegui mimetizar melhor algumas características de Callas.”

Duas perguntas Silvia Pfeifer

Sente o peso da responsabilidade de reviver uma personagem de tamanha dimensão histórica?


Para um ator isso é um presente dos deuses. Eu levei um pouco de tempo para conseguir encontrar todas essas nuances de Maria Callas. O texto de Fernando Duarte é bastante complexo, no bom sentido. Ele é muito intenso e, no espetáculo, ando cronologicamente para trás e para frente na história. Encontrar esse timing foi um tremendo e maravilhoso exercício.

Como foi a troca entre você e Marília Pêra?

Eu me sinto honrada e afortunada de ter recebido o convite da Marília Pêra. Quando ela me ligou, e fez o convite para o papel, eu disse sim logo de cara, sem ler o texto. Quando desliguei o telefone, pensei: “Vou ser dirigida pela Marília, que fez um enorme sucesso como Callas?”. Então me aprofundei em vídeos, livros, documentários. Ela foi generosa ao me dar vários conselhos na composição do papel, porque, além de grande atriz, é uma profunda conhecedora da história de Maria Callas. Isso foi complementar a meu entendimento e a tudo que já havia estudado.

Você sabia?

Após o sucesso na Broadway e em versões que rodaram o mundo, o espetáculo musical Master Class ganharia uma adaptação cinematográfica com a premiada atriz Meryl Streep como a cantora lírica. No entanto, a morte do diretor Mike Nichols, no ano passado, paralisou o projeto, que segue sem data de lançamento.

Callas
No Teatro Unip (913 Sul, conjunto B; telefone 3346-3738). Sábado, às 21h; e domingo, às 20h. Ingressos a R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia). Não recomendado para menores de 12 anos.
Tags: celular

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES